biblia.com.br

Vamos Morar no Céu ou na Nova Terra?

Jesus.

5 de agosto de 2019

Deus vai purificar o nosso mundo com fogo consumidor, destruindo até a mínima mancha de pecado.

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” (João 14:1-3).

Jesus responde essa questão de forma bem simples. “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra” (Mateus 5:5). Logo, nosso lar por toda a eternidade será aqui. Mas, quando isso vai acontecer? Afinal, nosso planeta é o único lugar no Universo que está degradado pelo pecado. Satanás espalha o mal por esse planeta por mais de seis mil anos (Jó 1:7).

Os profetas Daniel e João atestam que, antes de Jesus voltar, um julgamento precisa ser feito no Santuário Celestial (Daniel 7:9, 10, 25, 26; 8:13, 14 e Apocalipse 14:6-12). Na fase investigativa desse julgamento, Jesus está analisando as ações de todo ser humano desde Adão. Elas são as evidências forenses usadas para definir quem aceitou a salvação pela fé e quem a rejeitou. Aqui são definidos os santos do Altíssimo, aqueles que persistiram em guardar os mandamentos de Deus e a fé em Jesus (Apocalipse 14:12).

A fase investigativa está em vigor agora e, enquanto acontece, o Espírito Santo insiste para que cada coração busque a Deus. Quando todos tiverem sido julgados e Jesus encerrar o juízo investigativo, ele vai executar o sua sentença contra os ímpios (Apocalipse 15-18). O Espírito de Deus deixará de insistir com o homem, e a maldade se tornará desenfreada. Paulo diz que só “então, será, de fato revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda” (2 Tessalonicenses 2:7, 8). Nesse momento, o engano de Satanás será desmascarado, mas já será tarde de mais. As chances estão disponíveis agora. Depois pode ser tarde.

Mateus 24:30 e 31 diz que “todos os povos da Terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória. E ele enviará os seus anjos, com grande som de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade do céu.” Não será arrebatamento secreto ou transmissão ao vivo pelos plantões noticiários; vai ser a poderosa manifestação pessoal e universal do próprio Jesus, com todo o seu exército de anjos, e todo olho o verá (Apocalipse 1:7).

Paulo diz em 1 Tessalonicenses 4:13-18 que “dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo [o próprio Jesus], e ressoada a trombeta de Deus, [o próprio Jesus] descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre as nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor”.

Em 1 Coríntios 15:51, 52, Paulo diz que “nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. Essa é a glorificação; os mortos ressuscitam e os vivos, junto com eles, terão o seu corpo e mente totalmente transformado, livre da morte e do pecado, para viver eternamente em saúde e alegria com Jesus.

Você notou que quando Jesus voltar, ele não vai pisar na Terra? Ao contrário, ele vai nos levar para encontrá-lo nas nuvens. Isso, porque a Terra é um planeta degradado pelo pecado e precisa ser purificado, mas ainda não. Jesus quer que o seu julgamento seja revisado antes, não porque ele errou, mas para que a sua justiça seja comprovada.

Em Apocalipse 19:19-21, João relata que Satanás e seus agentes serão condenados, e os ímpios serão mortos. “Então, vi um anjo descer do céu; tinha na mão a chave do abismo e uma grande corrente. Ele segurou o dragão, a antiga serpente, que é o diabo, Satanás, e o prendeu por mil anos; lançou-o no abismo, fechou-o e pôs selo sobre ele, para que não mais enganasse as nações até que se completem os mil anos. Depois disto é necessário que ele seja solto pouco tempo” (Apocalipse 20:1-3). De forma figurada, João descreve uma Terra totalmente desolada. Todos estarão mortos, exceto Satanás, que será preso aqui na Terra por mil anos sem poder enganar a humanidade.

Nesse tempo, os salvos estarão no Céu, na Nova Jerusalém. Apocalipse 20:4 e 6 diz que eles se assentarão em tronos e receberão autoridade para julgar os vivos, os mortos e os anjos (1 Coríntios 6:3). “Eles serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele os mil anos”. Ou seja, os salvos participarão da segunda fase do julgamento de Deus, a fase comprovativa. Analisando os registros celestes, veremos como Jesus julgou a cada ser humano, inclusive, nós mesmos. Vamos constatar em detalhes a misericórdia de Deus e o trabalho do Espírito Santo para salvar cada homem e mulher, bem como a resposta que cada um deu a essa oferta. Muitas pessoas que não conheceram Jesus estarão no Céu, e poderão conhecer pessoalmente a grandeza do seu amor e salvação. Para pessoas limitadas, amor ilimitado. Mas só estarão no céu aqueles que, conforme a luz que tiveram, buscaram fazer o bem (Atos 17:30).

Em Daniel 12:2, é dito que os “que dormem no pó da terra ressuscitarão; uns para a vida eterna, e outros para a vergonha e horror eterno.” O próprio Jesus disse: “Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo” (João 5:28, 29).

Depois dos mil anos, vai começar a terceira fase do juízo: a fase executiva. A Nova Jerusalém vai empreender uma viagem pelo Universo; e quando se aproximar da Terra desolada, os ímpios ressuscitarão pelo poder da palavra de Deus. João descreve essa cena em Apocalipse 20:9, 11 e 21:2. Chegou a hora de a Terra ser limpa do pecado.

“Quando, porém, se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão e sairá a seduzir as nações que há nos quatro cantos da Terra… a fim de reuni-las para a batalha. O número dessas é como a areia do mar” (Apocalipse 20:7, 8). João detalha ainda mais: “Vi um trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. Vi também os mortos… postos de pé diante do trono. Então se abriram os livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros” (Apocalipse 20:11, 12).

Nessa fase, todas as pessoas verão quantas chances de aceitar a salvação foram desprezadas. O evangelho foi pregado por todo o mundo; pessoas falaram; a Bíblia estava disponível em livros, e-books, em cursos e em programas de TV e rádio; as igrejas estavam abertas; as redes sociais e as plataformas de streaming eram como pedras clamando; mas eles rejeitaram! Mesmo que alguém nunca ouvisse falar de Deus, todos tiveram a chance de fazer o bem. Salomão avisou que “Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más” (Eclesiastes 12:14). Naquela hora, todos, bons e maus, salvos e perdidos reconhecerão que Deus é amor (Filipenses 2:10,11).

Mas Satanás não se dará por vencido e tentará invadir a Nova Jerusalém uma última vez. Anjos caídos e nações se unirão a ele, e atacarão a cidade santa com toda força que puderem empregar. “Marcharam, então pela superfície da terra e sitiaram o acampamento dos santos, e a cidade querida; desceu, porém, fogo do céu e os consumiu. O diabo, o sedutor deles foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre… a morte e a sepultura foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo” (Apocalipse 20:9, 10, 14, 15). O fogo consumidor de Deus destruirá pecado e pecador. É o fim de uma história triste e o recomeço daquilo que Deus sempre planejou para nós.

“Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como uma noiva adornada para o seu esposo. Então, ouvi grande voz vinda do trono dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram. E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas” (Apocalipse 21:1-5).

Aqui a nossa história recomeça. Deus vai purificar o nosso mundo com fogo consumidor, destruindo até a mínima mancha de pecado. Pela sua palavra, ele vai recriar a nossa Terra. A Nova Jerusalém, será a nossa capital, e a nossa Terra renovada será a capital do Universo por toda a eternidade. Durante toda a eternidade, em alegria e satisfação, viveremos na presença visível do nosso Deus, e estudaremos por toda a eternidade, não só os segredos do Universo, mas a grandeza e profundidade do amor de um Deus que deu a sua vida para salvar quem não merecia.

Este será o nosso Éden para sempre. “Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro; e os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte estará o nome dele… O Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos” (Apocalipse 22:3-5).

Sim, bem aventurados os mansos, porque herdarão a terra! Que todos nós possamos nos preparar para ver Jesus, a nossa Salvação! Só depende de nós aceitarmos, pois a vida eterna começa agora.

Equipe Escola Biblica.com.br

_______________

Denis Versiani é Mestre em Teologia.

O que a Bíblia Ensina sobre Generosidade
A Força de Sansão Estava em Seu Cabelo?