biblia.com.br

Qual a origem da igreja protestante?

Apocalipse 12:17

11 de abril de 2012

O cenário tranquilo do belíssimo Vale do Rio Reno esconde o tumulto que varreu toda a Europa no início do século 16. Era 18 de abril de 1521. Lá estava um jovem padre alemão defendendo-se contra acusações de heresia.

O cenário tranquilo do belíssimo Vale do Rio Reno esconde o tumulto que varreu toda a Europa no início do século 16. Era 18 de abril de 1521. Lá estava um jovem padre alemão defendendo-se contra acusações de heresia. Ao seu redor, estavam príncipes orgulhosos, nobres, honrados generais e líderes da Igreja. Todos naquele salão lotado se inclinavam para ouvir cada sílaba dos lábios daquele lutador solitário: Lutero. “Ir contra minha consciência não é direito e nem seguro. Nunca. Eu não posso e não vou me retratar. Aqui estou, não farei outra coisa. Que Deus me ajude. Amém.”

Com essas sonoras palavras, Martinho Lutero lançou a Reforma Protestante. Sua posição firme marcou o ponto de virada na História. Mas Lutero conseguiu completar a Reforma ou essa tarefa ficou para nós hoje? No século 16, na Alemanha, o futuro do cristianismo estava na balança. Lutero, um professor universitário, tinha desafiado a pretensão da Igreja de controlar a fé pessoal. Seus ensinamentos provocaram um tumulto religioso e político através de todo o território conhecido como o Sagrado Império Romano. Alguma coisa tinha que ser feita para deter a crise.

Finalmente, o imperador Carlos V intimou Lutero a comparecer perante o Conselho Geral em Worms. O palácio imperial, que não existe mais, ficava em um lindo terreno. Embora não se saiba as palavras exatas de Lutero em seu julgamento, não existe dúvida quanto a sua mensagem. A consciência deve dar contas somente a Deus. A salvação é gratuita e é pela fé. A Bíblia é a fonte de autoridade espiritual, e não a tradição da igreja ou os decretos de seus líderes.

Essa verdade havia se perdido há séculos. Tinha chegado a hora de trazê-la de volta. Lutero ficou sozinho em Worms. O Imperador zombou: “Esse homem jamais fará de mim um herege!” Como se esperava, o Conselho condenou Lutero. Ele foi proibido de lecionar e seus direitos civis foram cassados. Seus livros foram queimados mas a mensagem que eles continham resistiu à fumaça e às chamas. A despeito dos escárnios generalizados e da perseguição, a mensagem de Lutero entrou no coração do povo. Somente oito anos após o Conselho em Worms, um grupo de príncipes alemães se colocou do lado de Lutero. Eles formaram uma aliança protestando contra a tentativa da Igreja de esmagar a Reforma. E desse protesto dos príncipes na cidade de Spires, em 1529, nasceu o termo ‘Protestante’. Os ensinamentos de Lutero logo se espalharam por toda a Europa, especialmente na Escandinávia.”

A igreja protestante nasceu da necessidade de se manter as verdades reveladas na Bíblia. Deus em sua infinita sabedoria utilizou um homem, para protestar contra tudo que não “está escrito”, e esse homem foi vitorioso, com Deus. Houve outros grandes nomes na história, alguns antes outros depois dele, que lutaram contra a ostentação, o orgulho e principalmente contra o mau uso do termo cristão, já que o verdadeiro cristão é aquele que segue o exemplo de Jesus, buscando a humildade e amar ao próximo. Esses homens passaram por provações, angústias, mas por fim perseveraram.

Atualmente existem muitas igrejas chamadas de ‘protestantes’, mas devemos ter cuidado, e analisar se estão conforme a vontade de Deus revelada na Bíblia:

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21).

O conselho Bíblico é que não aceitemos qualquer doutrina, pois nem todos os que dizem ‘crer em Deus’ são realmente de Deus. A igreja de Deus, com a qual satanás está irado, é a que possui as seguintes características:

“Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus” (Apocalipse 12:17).

A palavra de Deus é o único guia que pode nos proteger dos enganos de Satanás. Que possamos sempre analisar a Bíblia como sendo a nossa única fonte das maravilhosas verdades, e atender sempre ao “assim diz o Senhor”.

Equipe Biblia.com.br

 

Sexo antes do casamento
O que a Bíblia diz sobre os idosos?