biblia.com.br

João Batista era Elias reencarnado?

bíblia

11 de abril de 2012

Para início de discussão, deve-se dizer que a Bíblia não apoia a doutrina da reencarnação. O autor de Hebreus é claro em dizer que "aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo" (Hebreus 9:27).

Pr. Ozeas C. Moura

Como entender a promessa da vinda de Elias em Malaquias 4:5? Jesus não afirmou, em Mateus 17:12, que João Batista era Elias?

Para início de discussão, deve-se dizer que a Bíblia não apoia a doutrina da reencarnação. O autor de Hebreus é claro em dizer que “aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo” (Hebreus 9:27). Vê-se que tal declaração bíblica contraria frontalmente o ensinamento da reencarnação, que se baseia em muitas mortes e reencarnações de uma mesma pessoa. Outro detalhe muito significativo é o fato de que o profeta Elias não morreu, mas foi levado vivo ao Céu numa carruagem de fogo (2 Reis 2:11). Ora, se Elias não morreu, como poderia ter se reencarnado em João Batista? Em vez de reencarnação, a Bíblia fala de ressurreição. Ou seja, a mesma pessoa que morreu (se justa) receberá vida novamente, por ocasião da segunda vinda de Jesus à Terra (João 5:28,29; 11:25; 1 Coríntios 15:52-55; 1 Tessalonicenses 4:16).

Já os ímpios mortos serão ressuscitados após o Milênio (Apocalipse 20:5). Então, como entender a promessa da vinda de Elias em Malaquias 4:5? Ora, se Elias já está no Céu, glorificado, o que ele viria fazer na Terra? Note que essa é uma promessa de alguém que viria fazer uma obra semelhante à que Elias fez. Portanto, Elias, nessa passagem de Malaquias, é uma figura ou símbolo de um grande profeta, tal como o Elias do passado, quando enfrentou um período de muita apostasia e descalabro moral, como aquele ocorrido nos dias do ímpio rei Acabe. A promessa de Malaquias 4:5 é explicada pelas palavras de Jesus relatadas em Mateus 17:10-13:

“Mas os discípulos O interrogaram: Por que dizem, pois, os escribas ser necessário que Elias venha primeiro? Então, Jesus respondeu: De fato, Elias virá e restaurará todas as coisas. Eu, porém, vos declaro que Elias já veio, e não o reconheceram; antes, fizeram com ele tudo quanto quiseram. Assim também o Filho do homem há de padecer nas mãos deles. Então, os discípulos entenderam que lhes falara a respeito de João Batista”.

Percebe o que diz o fim do trecho bíblico? Jesus fala da vinda de Elias e diz que essa profecia se cumpriu, não com o Elias do Antigo Testamento (que está no Céu), mas com João Batista, que foi um grande profeta, semelhante ao Elias dos dias do rei Acabe. Veja alguns paralelos entre Elias e João Batista:

1. Ambos tiveram que denunciar pecados sexuais: Elias na condenação ao culto a Baal, deus da fertilidade, cujo culto envolvia sexo entre os adoradores; João Batista na condenação ao comportamento adúltero entre Herodes e Herodias (mulher de seu irmão Filipe);

2. Ambos enfrentaram um casal real: Elias enfrentou o rei Acabe e a rainha Jezabel; João Batista enfrentou o rei Herodes e sua esposa Herodias;

3. Elias foi ameaçado de morte por decapitação por Jezabel, a ímpia esposa de Acabe; João Batista foi decapitado a pedido de Herodias, a ímpia esposa do rei Herodes;

4. Elias foi perseguido pela polícia do rei Acabe, que buscava prendê-lo; João Batista foi preso pelo rei Herodes e, na prisão, foi decapitado.

5. Tanto Elias quanto João Batista buscaram uma reforma espiritual entre o povo de seus dias, chamando as pessoas ao arrependimento e à adoração do Deus verdadeiro. Devemos agradecer a Deus pela vida desses dois gigantes na fé e pela coragem de falar a verdade.

O mundo atual está bastante parecido com o enfrentado por Elias e João Batista, e Deus espera contar com pessoas que permaneçam firmes pelo que é direito, mesmo em face de perseguições e sofrimentos. João Batista preparou o caminho para a primeira vinda de Cristo. Hoje Jesus nos conclama a pregar e anunciar que em breve Ele voltará. Ele pode contar com você?

Equipe Biblia.com.br

O que a Bíblia diz sobre o coração?
No céu, reconheceremos nossos familiares?