Diretório de artigos

Pesquise por termo ou palavra chave

a b c d f g h i j l m n o p q r s t u v x z

Jacó roubou a benção que Isaque daria a Esaú seu filho mais velho, fazendo-se passar por ele. Como Deus pôde abençoar a Jacó, sendo que ele havia enganado e mentido para o Pai? Estou confusa, pois sei que Deus abomina a mentira!

A paz do Senhor Jesus!

É verdade que Jacó usurpou a bênção de Esaú além de mentir, porém, o próprio Esaú vendeu o seu direito de primogenitura por uma sopa de lentilhas. Isso demonstra que a humanidade é falha e carece da graça divina.

A palavra para te explicar é “graça”, que é favor imerecido. Ou seja, recebo aquilo que não mereço. Jacó recebeu de Deus aquilo que não mereceu, pois foi da vontade do Senhor ser assim.

Veja o que diz o apóstolo Paulo:

“Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim? Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra? E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição; para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?” (Romanos 9.20-24)

O que aconteceu com Jacó é graça e graça não se discute. Não podemos especular o que fez Deus enviar o Seu Filho Unigênito para salvar condenados à morte, apenas digo que foi graça. Eu não merecia, mas Ele achou melhor fazer desta maneira para que o Seu nome fosse exaltado por toda a Terra.

Deus abomina a mentira, mas Ele perdoa mentirosos.

Comentarios

Este artigo teve "1 Comentário"

  • Diogo Kobbi disse:

    A história de Jacó nos mostra que o direito de primogenitura só é benção quando Deus esta com a pessoa. Não adiantou ele ter usado a mentira para ganhar a benção, quando esta destruiu seu relacionamento com sua família e com Deus.

    Jacó, após enganar seu pai, andou errante e também foi enganado muitas vezes. Passou vinte anos de angústia e só foi abençoado quando disse a verdade: O homem lhe perguntou: “Qual é o seu nome? ” “Jacó”, respondeu ele.
    Gênesis 32:27

Comente este artigo

Comente este artigo


Current month ye@r day *


Estude a Bíblia