biblia.com.br

O que a Bíblia diz sobre o milênio?

11 de abril de 2012

Jesus virá nas nuvens. Ele não pisará na Terra. Os mortos ressuscitarão e, juntamente com os vivos salvos em Cristo, serão arrebatados. Segundo a Bíblia, quando começa o milênio? Onde estarão os salvos e o que acontecerá com os ímpios?

“E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos. Lançou-o no abismo, o qual fechou e selou sobre ele, para que não enganasse mais as nações até que os mil anos se completassem. Depois disto é necessário que ele seja solto por um pouco de tempo. Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos. Ora, quando se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade querida; mas desceu fogo do céu, e os devorou; e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos. E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o além entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo” (Apocalipse 20:1-15).

Análise do texto

O “abismo” é uma referência a Terra.  “No princípio criou Deus os céus e a terra. A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas” (Gênesis 1:2, 3).

Início do milênio

O milênio tem início imediatamente após a segunda vinda de Jesus. Quando Cristo vier pela segunda vez, os justos serão ressuscitados e transformados, e encontrarão Jesus nos ares, conforme a descrição bíblica: “Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor NOS ARES, e assim estaremos para sempre com o Senhor” (1 Tessalonicenses 4:16, 17).

Lá no céu, os justos, junto com Deus, julgarão todos os ímpios, inclusive os anjos e o próprio Satanás, e decidirão a sentença de cada ímpio que morrerá no lago de fogo. O milênio para os justos será passado no céu, junto com Deus (João 14:1-3). “Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” (1 Corintios 6:3 ).

Todos os ímpios que estiverem vivos por ocasião da segunda vinda de Cristo serão mortos com a glória daquele “que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?” (Apocalipse 6:16, 17; 2 Tessalonicenses 1:7, 8).

Assim, na Terra ficarão apenas corpos mortos, e Satanás e os demônios não terão ninguém para tentar. É este o significado da “prisão” de Satanás. Ele ficará confinado a este planeta que terá apenas cadáveres, até que se completem os mil anos.

Veja Jeremias 4:23-26: “Observei a terra, e eis que era sem forma e vazia; também os céus, e não tinham a sua luz. Observei os montes, e eis que estavam tremendo; e todos os outeiros estremeciam. Observei e eis que não havia homem algum, e todas as aves do céu tinham fugido. Vi também que a terra fértil era um deserto, e todas as suas cidades estavam derrubadas diante do Senhor, diante do furor da sua ira.”

Ainda Apocalipse 19:17, 18: “E vi um anjo em pé no sol; e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, ajuntai-vos para a grande ceia de Deus, para comerdes carnes de reis, carnes de comandantes, carnes de poderosos, carnes de cavalos e dos que neles montavam, sim, carnes de todos os homens, livres e escravos, pequenos e grandes.”

Final do milênio

Após os mil anos, os mortos ímpios ressuscitam, e Satanás novamente os liderará e enganará, comandando o último ataque contra os justos que estão na cidade santa (Nova Jerusalém) que descerá dos céus.

Veja Apocalipse 20:7-10: “Ora, quando se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade querida; mas desceu fogo do céu, e os devorou; e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.”

Satanás será “solto de sua prisão” porque os ímpios terão voltado à vida temporariamente (morrerão novamente no lago de fogo logo em seguida). Após o lago de fogo ter consumido todos os ímpios (inclusive Satanás), e purificado toda a Terra, a Nova Jerusalém desce finalmente e se estabelece na Terra renovada. Então se cumprirá a profecia do lindo texto de Isaías 35:1-10.

Fogo eterno

Cabe aqui esclarecer o “fogo eterno” da segunda morte, com o qual os ímpios serão mortos. Deus não tem prazer na morte do ímpio, mas que o ímpio se converta e viva: “Tenho eu algum prazer na morte do ímpio? diz o Senhor Deus. Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?…Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus; convertei-vos, pois, e vivei” (Ezequiel 18:23, 32).

Ezequiel 33:11 diz: “Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor Deus, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas sim em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que morrereis, ó casa de Israel?”

Salmo 37:20: “Mas os ímpios perecerão, e os inimigos do Senhor serão como a beleza das pastagens; desaparecerão, em fumaça se desfarão.”

O fogo eterno de Deus é eterno na sua consequência e não quer dizer que queimará para sempre. Veja Judas 1:7: “assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se prostituído como aqueles anjos, e ido após outra carne, foram postas como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.” O conceito de fogo eterno é que ele é aniquilador e que os ímpios, Satanás e os demônios serão totalmente aniquilados e não sobrará qualquer resquício do mal.

O mesmo fogo que destruirá Satanás, seus demônios e todos os ímpios humanos, também destruirá todo vestígio do pecado neste planeta. A Terra será recriada e aqui será estabelecido o paraíso, a Cidade Santa e o trono de Deus. Nesta cidade, Deus viverá eternamente com o Seu povo que foi resgatado por Jesus! (Apocalipse 21:3).

Equipe Biblia.com.br

 

História da Bíblia
O que a Bíblia diz sobre a tranquilidade?