biblia.com.br

Quem foi o salmista Davi?

11 de abril de 2012

Davi foi pastor de ovelhas, soldado, guerreiro, músico, poeta, compositor, autor, rei e construtor de um império. Quando em pecado foi confrontado por Deus. Como foi sua reação?

KingDavid_web_smO nome de Davi aparece mais de 1.000 vezes no Antigo e no Novo Testamento – mais do que qualquer outro personagem bíblico. Davi foi pastor de ovelhas, soldado, guerreiro, músico, poeta, compositor, autor, rei e construtor de um império. Ele não somente mudou a história de Israel em seu próprio tempo, mas deixou sua marca naquela nação para sempre. Davi transformou Israel em um poderoso império.

Davi conquistou proeminência em um momento singular. Os reinos da Assíria e do Egito estavam em declínio. Davi usou sua experiência militar para reagrupar as forças de Israel. Ele organizou exércitos fortes, bem treinados e transformou-os em uma poderosa máquina de guerra. Sob sua liderança, as fronteiras da nação foram expandidas e os impostos, reduzidos. Houve grande prosperidade. No reinado de Davi, Jerusalém foi fundada para ser a capital religiosa e política da nação.

Os salmos de Davi revelam sua intensa devoção a Deus. Por vezes, Davi ergue-se até as alturas do êxtase. Outras vezes, ele encontra-se nas masmorras do desespero. Às vezes, alguns dos seus salmos revelam que ele está perdoado, enquanto em outros ele sente a pesada mão da condenação de Deus.¹

O relato bíblico não omite os erros de Davi e as consequências dos mesmos.

“Deus providenciou para que a história inspirada apresentasse um fiel esboço do caráter dos melhores e mais importantes homens daqueles dias. Eram homens mortais, sujeitos a um diabo tentador. As fraquezas e pecados deles não foram ocultados, antes registrados fielmente, juntamente com a reprovação e punição consequentes. “Estas coisas… foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado” (1 Coríntios 10:11).

“Contudo, Davi arrependeu-se de seu pecado (…) Ele buscou o perdão divino e não ocultou seu arrependimento dos grandes homens, e nem mesmo dos súditos de seu reino. Compôs um salmo penitencial narrando seu pecado e arrependimento, salmo este que ele sabia, seria cantado pelas gerações posteriores. Desejava que outros fossem instruídos pela triste história de sua vida. – “Os cânticos compostos por Davi eram cantados por todo Israel, especialmente na presença da corte em assembleia, e diante de sacerdotes, anciãos e maiorais. Ele sabia que a confissão de sua culpa traria o seu pecado à lembrança de outras gerações.

Apresentou o seu caso, revelando em quem repousava sua confiança e esperança de perdão. “Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor; por tua grande compaixão apaga as minhas transgressões. Lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado. […] Livra-me da culpa dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação!” (Salmos 51:1, 2, 14).

Davi não manifestou o espírito de um homem inconverso. Tivesse ele possuído o espírito dos governantes das nações à sua volta, não teria tolerado o quadro de seus crimes, pintado por Natã em suas cores verdadeiramente abomináveis, mas teria tirado a vida do fiel reprovador. Entretanto, a despeito da grandeza de seu trono e de seu ilimitado poder, o humilde reconhecimento de tudo aquilo de que era acusado constitui uma evidência de que ainda temia e tremia diante da Palavra do Senhor.” ²

»Continue lendo«
Equipe Biblia.com.br
_____________________
¹ Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.
² Testemunhos sobre Conduta Sexual, Adultério e Divórcio, p. 94-96.

O que a Bíblia diz sobre o coração?
No céu, reconheceremos nossos familiares?