biblia.com.br

Pode alguém perder a salvação por transgredir o sábado?

deus

11 de abril de 2012

Obedecer a Deus sendo fiel na observância do sábado é uma demonstração de fé, confiança, lealdade e amor para com Deus.

Se uma pessoa não guardar o sábado porque não consegue um emprego que possibilite tal observância, essa pessoa corre o risco de não ser salva, apesar de somente pretender sustentar a si mesma e sua família? 

A perdição de uma pessoa dar-se-á por algo mais amplo que a transgressão de um dos mandamentos: (1) afastamento de Deus; (2) rejeição do amor de Deus; (3) negação do devido lugar de Deus no coração; (4) incredulidade, etc. Tendo feito isso, consequentemente, os mandamentos serão quebrados. Portanto, quero dizer-lhe que se alguém se perder enquanto transgride o sábado, isso ocorrerá porque um problema maior esteve por detrás,  ou seja, Deus foi rejeitado ou não Lhe foi dada a devida posição no trono do viver.

A Bíblia ensina que o sábado é um “memorial do poder Criador de Deus” (Gênesis 2:1-3; Êxodo 20:8-11), um “sinal” entre Ele e o Seu povo (Ezequiel 20:20) e que Deus deve ser o primeiro em nossa vida (Mateus 22:37 e 38; 6:33). Desse modo, quando permitimos que as dificuldades nos façam desobedecê-Lo ou quando colocamos outros interesses acima dEle, estamos pecando e correndo o risco de perder a salvação. Além disso, estamos demonstrando “falta de fé” num Deus que pode suster-nos em meio a qualquer dificuldade e que “não deixa o justo a mendigar o pão” (Salmo 37:25). Deus fica muito feliz em ver um homem que se preocupa com o bem-estar de sua família; porém, Ele quer ser o primeiro. Quer que tal pessoa entregue seu coração a Ele a ponto de ser-Lhe fiel “até a morte” se for preciso: “… Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2:10).

O desfecho do conflito entre o bem e o mal se dará em torno da observância do 4º mandamento, que ordena a observância do sétimo dia. Se não formos fiéis agora, dificilmente o seremos no futuro, quando for dado o decreto dominical obrigando todos a guardarem o domingo como dia santo (Apocalipse 13). A Bíblia diz que todo aquele que aceitar este “sinal da besta” (que é a guarda do domingo; a besta significa um poder político e religioso) será castigado (Apocalipse 14:9-11). Vemos que a fidelidade a Deus fará toda a diferença no grande conflito entre o bem e o mal. Nossa perseverança em obedecê-Lo é fundamental (Lucas 21:19; Hebreus 10:38 e 39). Demonstra o tipo e a qualidade de fé que temos.

Equipe Biblia.com.br

Como organizar uma vigília
O que a Bíblia diz sobre rejeição?