biblia.com.br

Tenho lutado contra sentimentos homossexuais

11 de abril de 2012

A conversão implica em mudança de mente e voltá-la para Deus. Tal mudança de mente não acontece por acaso. É necessário ter intencionalidade.

“Sou evangélico desde que nasci, mas somente há pouco tempo tive um encontro verdadeiro com Deus. Desde pequeno, porém, tenho lutado contra sentimentos homossexuais. Não consigo tirar alguns pensamentos da mente, eles vêm sem eu querer. Já tive amigos que passaram pelo que estou passando, não conseguiram uma mudança e se entregaram ao homossexualismo. Desde que estou como líder não saí com mais ninguém, pois Deus me renovou de uma forma muito especial! Como faço pra ser liberto de vez, sem ter mais essas vontades pecaminosas?”

A Bíblia indica que alguns dentre o público alvo de Paulo tinham tido problemas de imoralidade sexual, incluindo a homossexualidade. Entretanto, eles alcançaram a vitória, por meio de Jesus Cristo. A eles Paulo escreveu: “Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus” (1 Coríntios 6:11).

A conversão implica em mudança de mente e voltá-la para Deus. Tal mudança de mente não acontece por acaso. É necessário ter intencionalidade, buscar relacionar-se com Deus por meio do estudo diário da Bíblia e oração. À medida que se relaciona com Cristo, a pessoa é transformada à Sua semelhança. A prática da homossexualidade é pecado. Pode ocorrer da pessoa abandonar a prática homossexual e ainda ter desejos homossexuais. Não se deve desanimar, pois há graça divina para ajudar! Apegue-se a verdade de que “tudo posso naquele que me fortalece” (Filipenses 4:13). “Para Deus tudo é possível” (Mateus 19:26). “Tudo é possível ao que crê”(Marcos 9:23). Para alcançar uma mudança de mente é preciso manter-se conectado com Cristo, em comunhão, nutrindo a mente com a verdade da Palavra e boas ações. A orientação divina é  muito relevante: “Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4:8).

A atitude de pensar na direção correta concorda com o que vários especialistas cristãos afirmam, entre eles o médico psiquiatra cristão, Dr. César Vasconcellos:

“Ele (a pessoa que tem pensamentos homossexuais) não pode ser capaz de evitar que o pensamento homossexual surja na mente, mas pode evitar que ele continue! É uma questão de escolha dele.”

Siga adiante, confiante de que me Cristo há vitória, e sempre que o pensamento surgir, lembre-se que você foi dotado de razão e capacidade de gerenciar seus pensamentos; “levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2 Coríntios 10:5).

Equipe Biblia.com.br

O que a Bíblia diz sobre a religião?
O que preciso saber sobre o adultério (parte 2)