biblia.com.br

Sugestões para decidir bem

bíblia

11 de abril de 2012

"Gostaria de saber como fazer a escolha certa entre dois pretendentes. Os dois são da igreja em que congrego. Confesso que estou dividida. Estou pedindo a direção de Deus, mas estou ansiosa sem saber o que fazer."

“Gostaria de saber como fazer a escolha certa entre dois pretendentes. Os dois são da igreja em que congrego. Confesso que estou dividida. Estou pedindo a direção de Deus, mas estou ansiosa sem saber o que fazer.”

Nossas decisões sempre necessitam ser pensadas e repensadas. O casamento, por exemplo, é algo muito sério; é uma vida toda lado a lado. E essa união, normalmente, resulta em  filhos que dependem muito dos pais. Estes passam a não ter mais o direito de agirem por si mesmos, ignorando a existência do filho, caso o casamento venha a não dar certo. Sucesso profissional, felicidade no casamento e êxito financeiro não são obra do acaso. Os astros não exercem influência sobre o seu destino. As decisões que você toma no presente  determinam sua felicidade ou infelicidade futura. São como sementes plantadas, cujos frutos – doces ou amargos – serão provados, cedo ou tarde, por você mesmo. “Aquilo que o homem plantar, isso também colherá” (Gálatas 6:6). Portanto, é muito importante decidir bem para ser feliz. Para um maior esclarecimento, relacionamos abaixo algumas sugestões baseadas na Bíblia de como decidir bem e ser feliz.

Se possível, adie sua decisão: Não decidir, já é uma decisão; e há ocasiões em que esta é a melhor opção. Nesse caso, deixe para amanhã a decisão que não precisa ser tomada hoje. Jesus disse: “Não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades” (Mateus 6:34 e 35). É melhor não tomar decisões precipitadamente. “O homem sensato sempre pensa antes de agir”. “Quem tem juízo toma cuidado a fim de não se meter em dificuldades, mas o tolo é descuidado e age sem pensar”. “Agir sem pensar não é bom; quem se apressa erra o caminho. Pense bem no que vai fazer, e todos os seus planos darão certo” (Provérbios 13:16; 14:16; 19:2 e 4:26).

Considere as consequências. “A pessoa sensata examina com atenção cada passo que dá” (Provérbios 14:15). Porque opções que aparentam ser as melhores talvez conduzam ao fracasso. “Há caminhos que parecem certos, mas podem acabar levando a morte” (Provérbios 14:12). Por isso, “além de ser perigoso, agir sem pensar nas causas e consequências é um erro gravíssimo” (Provérbios 19:2). Uma decisão tomada produzirá reações positivas e negativas, que devem ser previamente avaliadas. “É preciso pensar muito antes de resolver. Pois quem começaria a construção de um edifício sem primeiro fazer os cálculos e depois verificar se tem dinheiro suficiente para pagar as contas?” (Lucas 14:28).

Consulte pessoas experientes. “Fazer planos sozinho não é bom; peça conselhos a outras pessoas mais experientes antes de entrar em qualquer batalha” (Provérbios 20:18). A vida é uma escola, onde se aprendem lições valiosas. Por isso, “o conselho de uma pessoa experiente vale mais do que anéis de ouro ou jóias de ouro puro” (Provérbios 25:12). Escute com atenção a voz da experiência. “Escute os sábios e procure entender o que eles ensinam” (Provérbios 20:18; 24:6 15:22).

Antes de decidir, peça orientação divina. “Sim, peça sabedoria e grite pedindo entendimento”. “Confie no Deus eterno de todo o coração e não se apóie na sua própria inteligência. Lembre-se de Deus em tudo o que fizer, e Ele lhe mostrará o caminho certo” (Provérbios 2:3 e 3: 5,6).“É o Eterno quem dá sabedoria, a sabedoria e o entendimento vêm dEle”. “Se alguém tem falta de sabedoria, peça a Deus, e Ele dará, porque é generoso e dá com bondade a todos” (Provérbios 2:6 e Tiago 1:5). Jesus disse: “Peçam e receberão: procurem e acharão. Batam e a porta se abrirá. Porque todos os que pedem, recebem, os que procuram, acham, e a porta se abre para quem bate” (Mateus 7:7 e 8). “Portanto, peça a Deus que o oriente e todos os seus planos darão certo” (Provérbios 16:3).

Depois de decidir, seja perseverante. “O preguiçoso vira de um lado para outro na cama. Ele é como a porta que gira nas dobradiças, mas de fato não sai do lugar”. Por isso, “o preguiçoso morre desejando muitas coisas porque se nega a trabalhar, ele passa o dia inteiro apenas pensando no que gostaria de ter”. Consequentemente, “por mais que o preguiçoso deseje alguma coisa, ele nada conseguirá, mas a pessoa esforçada consegue o que deseja” (Provérbios 26:14; 21:25 e 26 e 13:4).

Contudo, não devemos ser teimosos. “Mesmo depois de ter tomado sua decisão, ouça com atenção os conselhos e as críticas que receber e faça um propósito de corrigir o que for necessário” (Provérbios 23:12).

Equipe Biblia.com.br

O que a Bíblia diz sobre a religião?
O que preciso saber sobre o adultério (parte 2)