biblia.com.br

Amaldiçoar é pecado?

bíblia

11 de abril de 2012

E se alguém me amaldiçoou, estou em perigo? Veja o que a Bíblia diz.

“Amaldiçoar é pecado? Se alguém me amaldiçoou, estou em perigo?”

Quem amaldiçoa outra pessoa, está pecando contra Deus, que pede que desejemos apenas o bem ao nosso próximo. “Bendizei aos que vos maldizem, orai pelos que vos caluniam” (Lucas 6:28). “Abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis” (Romanos 12:14). Palavras iradas ou amargas revelam um coração impuro que necessita do sangue de Cristo para libertá-lo do pecado.

Crianças que ouvem palavras de ira, tendem a acreditar nas palavras faladas, e se sentem inferiorizadas e inseguras. Jamais devemos amaldiçoar quem quer que seja. Deus não autoriza ninguém a desejar mal a outra pessoa. Mas se algum dia você receber alguma palavra de maldição por parte de alguém, não tenha medo, pois se você se refugia em Deus, Ele a protegerá: “O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem e os livra” (Salmo 34:7). “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca” (1 João 5:18).

Quando desobedecemos à palavra de Deus estamos sujeitos às consequências trágicas do pecado e de cair na maldição resultante da transgressão. Os castigos divinos são medidas redentivas, para mostrar de maneira mais impressiva que o caminho que o pecador está trilhando é destrutivo e pode levá-lo à perdição eterna. Então, o propósito da disciplina, da castigo ou da maldição divina é fazer com que o pecador reconheça seu erro e se arrependa. Este conceito está presente no livro de Deuteronômio (ver capítulo 28-30). Deus não tem prazer na morte do ímpio. “Acaso, tenho eu prazer na morte do perverso? – diz o SENHOR Deus; não desejo eu, antes, que ele se converta dos seus caminhos e viva?” (Ezequiel 18:23).

Portanto, se alguém tem o hábito de amaldiçoar as pessoas, ele(a) está agindo de forma contrária à vontade de Deus e, portanto, deve parar com isso, não pela maldição inerente nas palavras, mas pelo efeito que as palavras exercem sobre os outros e principalmente por estar agindo contrariamente à vontade divina. Aquilo que você fala ou deseja para alguém só irá acontecer se a própria pessoa contribuir para aquilo e se estiver nos planos de Deus para aquela vida.

Tenha certeza de os propósitos de Deus para sua vida são de paz, felicidade e vida eterna. “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jeremias 29:11).

Abaixo estão alguns versos bíblicos para refletir:

“Não planejem no íntimo o mal contra o seu próximo e não queiram jurar com falsidade. Porque eu odeio todas essas coisas”, declara o Senhor” (Zacarias 8:17).

“Não se alegre quando o seu inimigo cair, nem exulte o seu coração quando ele tropeçar, para que o Senhor não veja isso e se desagrade e desvie dele a sua ira” (Provérbios 24:17, 18).

“Mas eu digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado. Pois por suas palavras vocês serão absolvidos, e por suas palavras serão condenados” (Mateus 12:36, 37).

Equipe Biblia.com.br

O que a Bíblia diz sobre a religião?
O que preciso saber sobre o adultério (parte 2)