biblia.com.br

Unidos em oração

Sem categoria

19 de fevereiro de 2016

Vivemos tempos emprestados. Hoje, mais que nunca, temos que buscar, como prioridade absoluta e com sentido de urgência, o poder do Senhor em nossa vida e na vida da igreja.
Vamos nos unir em oração fervorosa e constante, somente assim, reavivados pela oração e pela Palavra de Deus, cresceremos no caminho do discipulado, tendo comunhão com Deus, relacionamento correto com o nosso próximo e total integração para cumprir a missão. Desse modo iremos experimentar o verdadeiro reavivamento e a reforma de um novo Pentecostes, esperando e apressando o retorno do Senhor.

O projeto:
Dez dias de oração e jejum, é um movimento para que milhões de pessoas mudem sua rotina e, durante dez dias, dediquem mais tempo à oração por motivos específicos e um dia para o jejum. Esse projeto foi criado para ser realizado em uma data específica.
Contudo, gostamos tanto da ideia que resolvemos lançá-la para que você faça no período que desejar, assim esperamos que a cada período de 10 dias do ano, alguém esteja participando desse projeto individualmente, ou em família, ou com amigos, ou com sua igreja!
Há dez motivos sugeridos pelos quais você pode orar nesse período. São estes:

Como participar:
A ideia é orar pessoalmente a cada dia, na primeira hora da manhã, por um motivo destes na ordem em que segue aqui e na revista (veja a revista abaixo).
Outra maneira é participar, em grupo: família, amigos ou igreja.
E a terceira maneira de se envolver é no ambiente digital. Compartilhe os conteúdos nas suas redes sociais e se engaje em promoções virtuais.

A revista Unidos em Oração é um verdadeiro passeio pelos benefícios espirituais da oração para a vida do cristão hoje em diferentes aspectos. Desde a própria necessidade de orar até o perdão e a importância da oração intercessora, essa revista é uma ferramenta de edificação e preparação para os tempos finais nesse mundo.
Leia, seja abençoado e aproveite para compartilhar!

>>Jejum Espiritual dos Sentidos<<        

>> Caminhada de oração<<

Posso doar meus dízimos para os pobres e viúvas?
Infidelidade conjugal: dor, prazer, que mais?