Diretório de artigos

Pesquise por termo ou palavra chave

a b c d e f g h i j l m n o p q r s t u v x z

Era permitido relações sexuais entre pai e filha no tempo de Abraão, como conta a história de Ló (Gn 19:32). Quais as consequências desse ato? CD

“Era permitido relações sexuais entre pai e filha no tempo de Abraão, como conta a história de Ló (Gn 19:32). Quais as consequências desse ato?” CD

“Subiu Ló de Zoar e habitou no monte, ele e suas duas filhas, porque receavam permanecer em Zoar; e habitou numa caverna, e com ele as duas filhas. Então, a primogênita disse à mais moça: Nosso pai está velho, e não há homem na terra que venha unir-se conosco, segundo o costume de toda terra. Vem, façamo-lo beber vinho, deitemo-nos com ele e conservemos a descendência de nosso pai. Naquela noite, pois, deram a beber vinho a seu pai, e, entrando a primogênita, se deitou com ele, sem que ele o notasse, nem quando ela se deitou, nem quando se levantou. No dia seguinte, disse a primogênita à mais nova: Deitei-me, ontem, à noite, com o meu pai. Demos-lhe a beber vinho também esta noite; entra e deita-te com ele, para que preservemos a descendência de nosso pai. De novo, pois, deram, aquela noite, a beber vinho a seu pai, e, entrando a mais nova, se deitou com ele, sem que ele o notasse, nem quando ela se deitou, nem quando se levantou. E assim as duas filhas de Ló conceberam do próprio pai. A primogênita deu à luz um filho e lhe chamou Moabe: é o pai dos moabitas, até ao dia de hoje. A mais nova também deu à luz um filho e lhe chamou Ben-Ami: é o pai dos filhos de Amom, até ao dia de hoje.” (Gênesis 19:30-38 RA).

No relato de Gênesis 19:30-38 vemos como se originaram dois povos: os Amonitas e os Moabitas.

As filhas de Ló cresceram num país onde a bebedeira e todas as formas de imoralidade eram habituais; conseqüentemente a noção do certo e do errado e a consciência delas estavam obscurecidas. Por suas ações, elas revelaram a má influência recebida em Sodoma.

As filhas de Ló não interiorizaram os princípios de justiça no coração. Devemos mais ter pena delas do que acusa-las, pois o próprio Ló participou do pecado delas. Ele foi responsável pelas circunstâncias que culminaram neste ato, bem como foi responsável por haver bebido o vinho que elas colocaram perante ele.

O preço que Ló pagou por uns poucos anos em Sodoma foi a perda de toda a sua família. Os vís Amonitas e Moabitas foram sua única posteridade.

O nome Moab provavelmente significa “do meu pai”, pois a Septuaginta (LXX) traduz assim. Moab foi o pai dos Moabitas. Embora primos dos Israelitas, os Moabitas foram sempre seus inimigos. Originalmente eles habitavam o pais entre o rio Arnon e o Zered, à leste do Mar Morto. Depois estenderam seu reino para o norte.

O nome Bem-ammi, o qual foi o pai dos Amonitas, provavelmente significa “filho do meu povo”. Através deste nome sua mãe expressou o fato de que seu pai e mãe eram da mesmo núcleo familiar. O seu filho era na verdade o seu próprio meio-irmão. Os Amonitas se tornaram nômades e viveram na parte lesta de região compreendida entre o rio Jabbok e o rio Arnon.

A história de Ló e sua família é trágica. Uma mancha permaneceu na memória de seus descendentes para sempre.

O pecado de Ló foi perdoado, mas os anos dedicados ao prazer e ao lucro trouxeram amargas conseqüências.

* Texto do acervo da Escola Bíblica

  • Edson Mendes Pereira disse:

    Deus criou Adão e Eva. Com quem Caim teve filhos? Como não havia outras famílias, apenas a dele, Caim só poderia ter tido filhos com a própria mãe ou com uma irmã. Ou seja, os hebreus, e logo toda a população do mundo, descende de pessoas geradas por incesto, o mesmo que aconteceu com os amonitas e moabitas, mas curiosamente eles são “impuros” por conta destes incestos das filahs de Ló, mas os hebreus não.
    Dois pesos e duas medidas?

    • debora disse:

      Olá, Edson!

      a Palavra de Deus em nenhum momento afirma que Deus criou seres humanos “além de” ou “separados” de Adão, mas sim que todos “descendem dele”. Além disto, a única explicação plausível em relação à identidade da esposa de Caim encontra-se em Gênesis 5:4 que afirma que Adão teve, além de Caim, Abel e Sete, “filhos e filhas”.
      Seria isto incesto? Não, porque naquela época tais uniões não eram consideradas incesto, pois Deus ainda não havia instituído a lei que proibia a união marital entre parentes (o fez posteriormente – ler Levíticos 18:6-17). Isto significa que não existia o incesto. Quando o pecado estava em um estágio mais avançado, o que contribuiu para que o ser humano sofresse transformações genéticas, Deus teve de proibir estas uniões. Além disto, era necessário que houvesse tal união na época para que as gerações posteriores fossem formadas.
      Era possível que os filhos de Caim não nascessem deformados? Certamente, pois naquele período a estrutura genética do ser humano não havia se corrompido da mesma forma que hoje. Se nos tempos modernos, mesmo alguns casais de primos de 1º grau têm filhos saudáveis (o que não ocorre sempre), obviamente a possibilidade do povo antigo (com muito mais vitalidade e melhor estrutura genética) ter filhos com saúde é bem maior. O Naturalista Harry J. Baerg em seu livro O Mundo Já Foi Melhor, explica-nos na p. 22 que “Adão e Eva eram perfeitos; portanto, seus descendentes podiam se casar seguramente sem correr o risco de receber em sua herança genética uma característica anormal. Seus descendentes não estariam expostos a doenças físicas e mentais”.

      Paz!

  • gilson brito disse:

    muito bom

  • socorroalves pereira disse:

    o preço do pecado é a morte?

    • debora disse:

      Sim, Socorro!
      “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Romanos 6:23
      Jesus pagou o preço com sua morte na cruz, e hoje nos oferece o perdão e a vida eterna.

Comente este artigo

Comente este artigo



Fale Conosco

Envie suas sugestões ou solicite informações