biblia.com.br

Que trabalhos podem ser feitos no Sábado?

11 de abril de 2012

As pessoas que separam o sábado como um dia sagrado estão tendo um dos maiores privilégios concedido aos homens.

Que trabalhos podem ser feitos no Sábado? Por que certos profissionais aparentemente podem trabalhar aos Sábados (Médicos, por exemplo) e outros não? Esta é uma pergunta importante. Leva-nos a refletir sobre o verdadeiro propósito do sábado e o que constitui transgressão do mesmo.

Como sabemos, os Dez Mandamentos constituem a norma eterna do que é correto. Jesus não veio nos libertar da obediência à Lei. Ele veio nos libertar da condenação da Lei (Mateus 5:17). Todo aquele que ama a Jesus, em gratidão e deseja permanecer em Seu amor irá  obedecer aos mandamentos de Deus (João 15:10).

Entender a razão para alguns mandamentos é mais fácil. Sabemos que não devemos matar, mentir ou roubar. Para entendermos a razão da observância do sábado temos que refletir mais detidamente no caráter de Deus e Seu propósito ao criar a raça humana. Deus nos criou não porque precisasse de nós. Ele nos criou, entre outras razões, para que refletíssemos a Sua imagem e glória e também para nos relacionarmos com Ele e com a criação. Daí a importância do sábado – um dia para especial relacionamento com Deus e contemplação das belezas criadas por Ele.

Durante a semana nós nos envolvemos com a luta pela sobrevivência, com a busca da realização pessoal e tantas outras coisas. Temos dificuldade em separar tempo de qualidade com Deus. Pensando nesta necessidade Deus instituiu o sábado – um dia para restauração física, comunhão social e maior companheirismo com o Criador.

O sábado é o dia ideal para ir a igreja, orar, meditar, estar com a família, amigos, passeios em meio a natureza, visitar orfanatos, asilos… Todos nós temos muita necessidade de dar e receber amor, de saber que há pessoas que se preocupam conosco e com quem nos sentimos bem. Ninguém duvida também dos benefícios físicos de um dia de repouso a cada semana.

Diz o mandamento: “Seis dias trabalharás” (Êxodo 20:8). Deus promete estar conosco para que em seis dias sejamos capazes de realizar tudo que realmente importa e é necessário. Então descansamos no sábado como uma celebração por termos “acabado” nossos afazeres.

O que a Bíblia aponta como impróprio para o dia de sábado não é aliviar o sofrimento humano, realizar obras de caridade ou atender certas emergências, mas sim o trabalho remunerado ou buscar os próprios interesses (Isaías 58:13).

Quando um médico cristão atende alguém num dia de sábado, não está transgredindo o quarto mandamento. Jesus disse: “É lícito fazer o bem aos sábados” (Mateus 12:12). Certamente os médicos não devem trabalhar neste dia como nos demais. Ele deve atender todas as emergências e deixar as consultas e procedimentos eletivos para os dias de semana. Isso pode ser ajustado com a administração do hospital.

“O sábado foi feito por causa do homem”, para benefício do homem (Marcos 2:27). Se um familiar adoece no dia de sábado, todas as providências para atender esta pessoa estão em harmonia com o propósito do sábado. Portanto se for necessário tomar um táxi, comprar remédios, pagar os honorários médicos ou hospitalares, não há nada de errado nesse procedimento.

Devemos oferecer a Deus o melhor. E em termos do uso de nosso tempo Deus não aceita menos do que dedicarmos o sábado a Ele. Deus é o nosso Criador, Mantenedor e Salvador pessoal. Ele merece nosso amor, lealdade e obediência.

O sábado é o quarto mandamento da Lei de Deus. Tornar este dia o mais feliz e abençoado de cada semana faz parte do mandamento mais amplo de amar ao Senhor com todas as nossas forças e com todo nosso entendimento (Deuteronômio 6:5; 10:12; 30:6; Marcos 12:28-30). As pessoas que separam o sábado como um dia sagrado estão tendo um dos maiores privilégios concedido aos homens. Entrar na mais próxima presença de Deus, semanalmente, gratuitamente, pela fé.

Há uma benção especial para quem escolhe obedecer o mandamento:

“Se você vigiar seus pés para não profanar o sábado e para não fazer o que bem quiser em meu santo dia; se você chamar delícia o sábado e honroso o santo dia do Senhor, e se honrá-lo, deixando de seguir seu próprio caminho, de fazer o que bem quiser e de falar futilidades, então você terá no Senhor a sua alegria, e eu farei com que você cavalgue nos altos da terra e se banqueteie com a herança de Jacó, seu pai. ” Pois é o Senhor quem fala”
(Isaías 58:13, 14).

Como organizar uma vigília
O que a Bíblia diz sobre rejeição?