biblia.com.br

O que a Bíblia diz sobre milagres?

11 de abril de 2012

A Bíblia relata inúmeros milagres impressionantes, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Os milagres realizados por Deus revelam Seus atributos como Seu poder infinito, Sua soberania, Seu amor sem limites, Sua misericórdia, entre outros.

A Bíblia relata inúmeros milagres impressionantes, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Os milagres realizados por Deus revelam Seus atributos como Seu poder infinito, Sua soberania, Seu amor sem limites, Sua misericórdia, entre outros.

Os milagres ajudam-nos a lembrar que nada é demasiado difícil para Deus. Quando o anjo Gabriel anuncia à Maria que ela conceberia o Messias por meio do Espírito Santo,  e que sua prima já estava grávida, mesmo ela sendo estéril, o anjo declara: “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lucas 1:37). Em outro contexto, falando sobre salvação, o próprio Cristo disse: “Os impossíveis dos homens são possíveis para Deus” (Lucas 18:27).

O registro das Escrituras Sagradas nos revela o grande poder de Deus que vai além das leis naturais que conhecemos. Um dos milagres mais impressionantes da história, e que serve de modelo para a grande história da salvação, é o Êxodo e a abertura do mar vermelho. A Bíblia diz: “Então Moisés estendeu a mão sobre o mar; e o Senhor fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite, e fez do mar terra seca, e as águas foram divididas. E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes qual muro à sua direita e à sua esquerda” (Êxodo 14:21-22).

Os milagres também ressaltam o poder e a divindade de Jesus. Ele inaugurou Seu ministério realizando o milagre da transformação de água em vinho, em um casamento: “Assim deu Jesus início aos seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele” (João 2:11).

Os milagres nunca devem eliminar a necessidade de uma fé pessoal em Cristo, como aconteceu com muitos que O seguiam. “Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram. Jesus, na verdade, operou na presença de seus discípulos ainda muitos outros sinais que não estão escritos neste livro; estes, porém, estão escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (João 20:29-31).

Os milagres também confirmaram o ministério da Igreja Primitiva: “Também das cidades circunvizinhas afluía muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos, os quais eram todos curados” (Atos 5:16).

Ainda que os milagres sejam um sinal do poder de Deus, devemos ter cuidado pois Satanás também pode fazer milagres. A Bíblia diz em Apocalipse 16:14: “Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso.”

Como saber, então, se uma experiência ou ensino são procedentes de Deus? Tais ensinos e experiências devem estar em plena harmonia com toda a Bíblia. A vida do cristão genuíno deve ser caracterizada pelo fruto do Espírito Santo (Gálatas 5:22) e não pelas obras da carne (Gálatas 5:19-21). Sendo assim, precisamos adotar a atitude dos bereanos, que examinavam as Escrituras para verificarem se o ensinamento que eles estavam recebendo era de fato a verdade (Atos 17:3). Certamente o maior milagre é o da transformação do coração. Quando se recebe Cristo pela fé como Salvador e Senhor, a pessoa experimenta o novo nascimento e passa a ser uma nova criatura (2 Coríntios 5:17). Uma nova natureza é implantada no coração que coexistirá em permanente conflito com a velha natureza, porém esta última não mais reina. Na segunda vinda de Cristo seremos glorificados, não haverá mais nenhum traço de pecado ou imperfeição e se cumprirá o que foi escrito pelo apóstolo João: “Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê-lo como ele é” (1 João 3:2).

Equipe Biblia.com.br

Sexo antes do casamento
O que a Bíblia diz sobre os idosos?