biblia.com.br

Nem sempre o que parece bom é o melhor

Textos

17 de outubro de 2012

Você alguma vez já pensou por que o episódio da queda de Adão e Eva foi tão importante? O que havia de errado em mastigar …

Você alguma vez já pensou por que o episódio da queda de Adão e Eva foi tão importante? O que havia de errado em mastigar um pedaço de uma fruta gostosa e suculenta?

Para compreender essa história, temos de entender a escolha feita por Adão e Eva. A decisão deles não era tanto comer ou não o fruto mas em quem acreditar. Deus advertiu que comer o fruto daquela árvore traria a morte, embora a serpente prometesse que isso os tornaria como Deus.

É a mesma escolha que enfrentamos quando somos tentados a mentir, enganar, roubar ou praticar sexo antes do casamento. Deus adverte que tal pecado nos separa dEle e destrói relacionamentos. Satanás, por sua vez, afirma que será algo bom e nos dará satisfação. Adão e Eva decidiram crer em Satanás, o pai da mentira, em vez de crer no Deus de toda a verdade. Como resultado, sofreram a perda da vida e da bênção da presença de Deus e enfrentaram as consequências do pecado em seus relacionamentos e no trabalho.

A melhor escolha nem sempre é a que nos parece boa, ou é fazer o que outros nos afirmam que será bom; mas, pelo contrário, é obedecer a Deus, Aquele em que podemos confiar que dirá a verdade.

Reflita: em sua vida, você decide por si mesmo o que é certo ou errado? Você permite que a “cultura” ou seus amigos decidam em seu lugar o que é certo e errado? Ou permite que Deus decida por você? Quais as consequências de cada um desses métodos de escolha?

(A Rocha)

Coloquei meu casamento nas mãos de Deus, então por que ele acabou?
Você não é um grão de areia