Diretório de artigos

Pesquise por termo ou palavra chave

a b c d e f g h i j l m n o p q r s t u v x z

Eu tenho namorada, mas acho que estou gostando de outra menina. A questão é: tenho medo de ao finalizar o namoro magoar muito ela…

“Eu tenho namorada, mas acho que estou gostando de outra menina. A questão é: tenho medo de ao finalizar o namoro magoar muito ela. Não quero ter em mim o sentimento de culpa. Já basta a pressão dos nossos amigos. Então o que você me aconselha a fazer?” CD

Que bom que você está desejoso de fazer o que é melhor, ao invés de fazer o que é mais fácil.

A gente vive num tempo estranho quando o assunto é namoro. É que agora namorar é uma coisa tão banalizada, que todo mundo tá namorando muito.

Veja esse texto:

“Consideramos que é necessário cuidado para não agir como quem passeia pelo mercado e experimenta diversos produtos para então escolher uma das marcas. Pessoas são muito diferentes de coisas. Todas as vezes que você namora alguém fica um pouco de cada um na vida do outro. Claro que não há uma obrigatoriedade de casamento por estar namorando, mas é preciso haver compromisso. E antes de namorar é preciso se conhecer. Saber do que gosta, do que não gosta.

O menino deve ter em mente que tipo de garota ele gostaria de namorar. A menina deve saber com que tipo de rapaz gostaria de se relacionar.

Quando conhecer alguém que lhe chame a atenção e que desperte algum sentimento deve redobrar a atenção e procurar saber se é alguém que tem características de quem faz bem, de quem ama, de quem respeita. E antes de serem namorados devem ser amigos. Devem conversar bastante, sem beijo e sem abraços, mas apenas amigos. Na amizade se desenvolve o amor e a confiança. Conhece a família, os costumes.

É enquanto só amigos que se descobre como lidam com a fé, com vida religiosa, com os princípios.

Mas se apenas se olharam, se gostaram, se desejaram, já se tornam namorados, beijam, abraçam e se jogam no relacionamento cegamente como romance de novela, para depois descobrir que não deveriam ter começado… isto é pecado.

Ninguém tem o direito de agir assim. Não pode ser irresponsável com uma moça ou com um rapaz. Se o namoro não deu certo por alguma razão justa, tudo bem… mas namorar pra aproveitar a vida não é sinal de sabedoria e justiça.

O ideal é que o casal comece a namorar quando tiverem um propósito de vida. Se for só pra curtir isto é indício de que a bênção de Deus não está à frente deste relacionamento. O ideal é namorar com ao menos uma intenção de casamento. Isto protege contra a leviandade no relacionamento com Deus e com quem você escolher para compartilhar sua vida.” Darleide Alves

Assim, primeiro de tudo, responda a você mesmo: “por que estou namorando?” Há razões lógicas para não gostar mais? Hoje em dia, basta gostar de alguém, independente da nossa idade, das nossas condições pessoais, do nosso preparo espiritual, para namorarmos. Se temos sentimentos por alguém, vamos namorar!

Até que num dia descobrimos outra pessoa por quem temos sentimentos. E podemos trocar, e novamente acontecer o mesmo, e ainda outra vez.

O que demonstra, na verdade, que não temos maturidade suficiente para namorar, ainda não sabemos exatamente o que é pertencer emocionalmente a alguém.

É claro que há exceções, mas em geral elas não acontecem num processo de término com vistas em outras “candidatas”. Após um término é importante um tempo a sós para uma auto-avaliação.

Tudo isso eu te digo, porque quando somos conduzidos pelos nossos sentimentos somente, não há relacionamento que dure. É que no casamento, muitas vezes as coisas são difíceis, e temos desentendimentos, e nossos sentimentos pelo nosso companheiro ou companheira não são os melhores. Se nos deixássemos apenas levar pelos sentimentos, a primeira pessoa que despertasse em nós paixão conduziria ao fim do casamento.

Fidelidade é exatamente evitar envolver-se emocionalmente com outra pessoa, quando estamos comprometidos com alguém. A consumação do sentimento, através de um beijo ou do namoro, propriamente dito, só é a exteriorização de alguma coisa que já aconteceu dentro de nós. E quantas vezes Cristo disse que o pecado que vivia dentro de nós era tão mal quanto o conhecido? (Mateus 5:27 e 28)

Se não houver fidelidade no namoro, como será no casamento?

A verdade, amigo, é que você precisa repensar seu modo de namorar, suas razões para namorar, se realmente deseja seguir o padrão de vida que o Senhor propõe. Sem dúvida, se quiser, vai encontrar muita gente até mesmo dentro da igreja que vai aconselhar-te a seguir seus sentimentos, e apenas eles, mas é preciso ver com franqueza se essas pessoas servem a Deus, mesmo quando isso significa irem contra si mesmas.

Nenhum namoro deveria acabar porque a pessoa está interessada em outra. O sentimento é sempre de traição, e mesmo que você não conte, a sua namorada acaba por saber. Mas se você vai continuar no íntimo do seu coração traindo-a mentalmente, pelo bem dela, é melhor deixá-la, não?

Você percebeu que você se preocupa com você mais do que com qualquer das pessoas envolvidas? Preocupa-se com seus sentimentos, e com o fato de sentir culpa. Só o preocupa o quanto ela pode se magoar porque não quer se sentir culpado.

A primeira coisa a fazer, amigo, é recomeçar com Deus. Como está sua vida com Ele? Você passa tempo todos os dias procurando conhecê-lO, lendo Sua palavra, orando, testemunhando? Sem isso, você não pode conhecer a Sua vontade. Sem isso, Ele não pode te levar ao amadurecimento que você precisa, e nem te preparar pra mulher que Ele tem pra você.

Sem Ele na tua vida diária, você vai continuar agindo com os olhos só em você mesmo, ao invés de buscar a vontade dEle.

Busque-O, junto com a sua namorada, inclusive. Peça que Ele derrame a plenitude do Santo Espírito sobre vocês e assim vocês terão discernimento para compreender a vontade dEle para esse namoro. Entregue os seus sentimentos nas mãos dEle e desvie-se da outra garota. Evite tudo que se relacione com a outra.

Assim, você pode deixar Deus cuidar dos seus sentimentos, e do seu namoro, e se não for da vontade dEle que vocês fiquem juntos, Ele vai mostrar aos dois, de modo que ninguém saia magoado.

[Equipe Bíblia.com]

  • Marcelo disse:

    Que felicidade ter lido isto. Estava precisando muito ler algo assim.

  • Hit disse:

    Nao corcordo..
    A questão que você se esqueceu é Deus não escolhe quem namoramos, ou casamos
    Nem do que trabalhamos nem em que faculdade estudamos..
    Ele nos deu o livre arbítrio para tomarmos nossas decisões
    Deus não nos da uma namorada, ele nos da a oportunidade de conhecer alguém
    Ele não nos da um serviço , ele nos da a oportunidade de trabalhar naquilo
    A questão onde quero chegar é que ele não nos obriga a fazer nada
    Ele nos deu o live arbítrio , ele deixa que escolhemos entre a vontade dele ou não
    E se nós escolhemos blz, e se não escolhemos. Ele não vai lá e corta sua cabeça fora por namorar outra menina.. Não.. Ele vai então agir na vida sua e da sua menina( da sua escolha, em outros casos) e vai agir na sua vida através da sua escolha

  • Aline disse:

    Resposta satisfatória.Posso seguir em frente.

  • Aliffe disse:

    Obrigado estava precisando dessas palavras.

  • Ricardo disse:

    Muito bom artigo, trata o assunto de forma bíblica e como você disse: as pessoas do mundo dizem: “siga seu sentimento” mas biblicamente a resposta é outra. eu também estava precisando desse conselho. Obrigado

  • Carlos disse:

    Ate eu tava presizando desse conselho valeu cara!!!!
    vejo q vc se a DEUS admiro mto isso.

Comente este artigo

Comente este artigo



Fale Conosco

Envie suas sugestões ou solicite informações