biblia.com.br

Como fazer um pequeno grupo em minha casa?

11 de abril de 2012

Toda iniciativa evangelística deve ser precedida pela oração. Ore todos os dias pedindo que Deus guie na formação e implantação de um pequeno grupo.

Converse com o pastor de sua igreja e diga a ele que gostaria de criar e implantar um pequeno grupo em sua casa. Ele poderá fornecer treinamento e materiais que poderão ser utilizados para este fim. Abaixo listamos alguma dicas que podem ser bem úteis nesse processo:

1) Toda iniciativa evangelística deve ser precedida pela oração. Ore todos os dias pedindo que Deus guie na formação e implantação de um pequeno grupo. Você pode orar por pessoas que ainda não conhece e por vizinhos que você acredita que poderão participar das reuniões em sua casa. Seja perseverante na oração.

2) Estipule um dia na semana para as reuniões. Você pode fazer um convite impresso contendo as seguintes informações: (a) Data; (b) local; (c) horário. Planeje uma reunião que dure até 1 hora, pois mais do que isso pode se tornar cansativo para os visitantes que ainda não estão acostumados. O culto doméstico ou pequeno grupo normalmente tem como objetivo levar o conhecimento de Jesus para outras pessoas.

3) Convide alguns irmãos da igreja e as pessoas e vizinhos por quem orou e que gostaria que participasse da reunião em sua casa. A informalidade da reunião deixa as pessoas mais à vontade e propício para compartilhar testemunhos. Os testemunhos têm um impacto muito positivo e pode complementar e reforçar a exposição da Bíblia.

4) Evite expressões desconhecidas ou igrejeiras. As visitas podem não entender direito e assim não voltarem mais. A orientação de Paulo à igreja de Corinto é muito valiosa a esse respeito. Veja o que ele disse em 1 Coríntios 14:23: “Se, pois, toda a igreja se reunir num mesmo lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou incrédulos, não dirão porventura que estais loucos”? Por isso devemos evitar termos difíceis e usar os mais conhecidos, até que os visitantes entendam o significado.

5) Mantenha um ambiente agradável e acolhedor, recebendo as pessoas com alegria e simpatia. Enquanto aguarda os demais participantes vocês podem conversar informalmente, servir um suco.

6) No primeiro encontro vocês podem assistir um vídeo especial e apropriado para esse tipo de encontro. No final o anfitrião ou a pessoa responsável pela condução do pequeno grupo pode fazer o desfecho e o convite para continuarem se reunindo uma vez na semana, para juntos dedicarem algum tempo para a oração e o estudo da Bíblia.

7) Encerre com uma oração bem objetiva, agradecendo pelo encontro e pela amizade dos vizinhos e irmãos, pedindo uma benção sobre eles e sobre o alimento.

8) Ao término do encontro pode ser servido um chá, bolacha, bolo, torrada, pipoca em um ambiente favorável para desenvolver o aspecto social e criar um vínculo de pertencimento.

9) Ao seguir um plano de estudo da Bíblia, escolha temas relevantes e apropriados, respeitando as regras básicas de interpretação bíblica como: (a) o princípio de que a bíblia é a sua própria intérprete; (b) a totalidade das Escrituras (conceito de que toda a Escritura é divinamente inspirada por Deus; (c) e sola scriptura (conceito de que somente a Bíblia é a suprema autoridade em matéria de vida e doutrina).

Portanto, ao estudar um texto é apropriado conhecer o seu contexto, isso pode incluir os versículos anteriores e os posteriores. Descubra qual é o tema central do versículo em estudo. Verifique se está sendo empregado alguma figura de linguagem, tipologia, parábola ou se é um texto literal. Geralmente a Bíblia deve ser interpretada de forma literal, a menos que se exija uma interpretação simbólica devido aos recursos literários empregados no texto. Compare a passagem com outras que tratam do mesmo assunto. Dessa maneira será possível avaliar o ensinamento global das Escrituras sobre o assunto em questão. A Bíblia se harmoniza de uma forma incrível. Se em algum momento você se deparar com alguma “contradição aparente”, lembre-se que você ainda não possui todas as informações sobre os textos e que, quando obtê-las, certamente terá uma compreensão mais clara do texto.

10) Conheça o nível de conhecimento bíblico dos seus amigos e prepare ou estude temas apropriados para cada ocasião e avançando de forma progressiva e didática.

11) Montar um grupo de estudo pode ser desafiador e exige perseverança, mas é muito gratificante. Ore e interceda pelos participantes para que não desanimem e continuem firmes no propósito de estudar a Bíblia. Seja persistente até que as pessoas se acostumem a vir. Tenha como meta não desistir nunca do propósito de falar de Jesus aos seus vizinhos e amigos através de cultos em sua casa.

Equipe Biblia.com.br

História da Bíblia
O que a Bíblia diz sobre a tranquilidade?