biblia.com.br

Existe algum problema na diferença de idade no namoro?

11 de abril de 2012

O que é certo? O homem ser mais velho que a mulher? É errado a mulher ser mais velha? Seria jugo desigual?

Por Olga Tessari

O que é certo? O homem ser mais velho que a mulher? É errado a mulher ser mais velha? Seria jugo desigual? Ter a mesma idade não é sucesso garantido para o relacionamento, assim como ter idades muito diferentes também não é. O sucesso do relacionamento depende de uma série de questões que não podem ser resumidas à idade como: objetivos de vida semelhantes, semelhança de propósito com relação ao namoro, afinidade de pensamentos e ideias e várias outras. Mas, a idade de cada um traz consigo algumas características que devem ser levadas em conta para o início e a continuidade de um relacionamento, por exemplo:

– Ritmo de vida – Uma pessoa de seus 18-20 anos tem o “pique” para estudar, fazer cursos, ginástica, sair com amigos e ter algum tempo livre, enquanto que uma pessoa com seus 35-40 anos provavelmente trabalhe tempo integral e procure descansar em seu tempo livre. São diferentes velocidades de cada um funcionar.

– Rol de amigos – É possível que o rol de amigos seja diferente entre pessoas de idades muito diferentes que namoram. Para um jovem de 16-18 anos, o rol de amigos tenderá a ser os colegas da escola, falando sobre assuntos referentes à realidade escolar ou de vestibular, programas de TV destinados a esta faixa etária, enquanto que uma pessoa de seus 30 anos provavelmente terá outro rol de amigos que já trabalham, alguns já casados e com filhos, e poderá ser difícil um se sentir à vontade no grupo de amigos do outro.

– Interesses – Os interesses passam a ser diferentes de acordo com a nossa idade. O grupo de amigos tende a ser o principal interesse de um adolescente, pois para um jovem de 18-20 anos, os estudos para o vestibular e as paqueras podem ganhar lugar; para jovens recém-formados, a procura por emprego e estágios são interesses do momento; enquanto que para um adulto de 30 anos em diante, seu interesse pode ser já casamento, filhos, especializações e outros. As conversas e os objetivos de vida de cada etapa da vida tendem a seguir de forma diferente.

– Casamento e filhos – Pode ser que a pessoa mais velha já tenha filhos, ou já queira se casar e ter filhos por já ser mais velha e estar preparada para isto porque já passou por várias outras etapas de estudo, de estágios, enquanto que a mais nova ainda tem um caminho a ser percorrido antes de pensar em casamento ou filhos.

Há um pensamento muito comum comentado pelas pessoas de que o que importa é a maturidade, a idade mental da pessoa, e não a sua idade cronológica. A maturidade emocional é importante, sim, para a manutenção de um relacionamento, mas, quanto mais afinidades de ritmo de vida, objetivos de vida, interesses, amizades, conversas em comum, o casal tiver, maior a probabilidade de o namoro dar certo. Diferentemente do que pensam, os mais semelhantes se atraem e mantêm o relacionamento, e não as pessoas opostas ou com realidade de vida muito diferente.

O que geralmente acontece é que, no início de qualquer relacionamento, inclusive no início de um relacionamento entre pessoas com idades muito diferentes, a paixão é o que predomina e as diferenças quase não são notadas. Assim, as diferenças, inclusive de idade, tendem a ser mais notórias com o passar do tempo, à medida que o casal envelhece. Por isso, podem não sentir tanta diferença no início da vida em comum, mas os conflitos tenderão a surgir e a aumentar futuramente, quando a paixão não for mais o principal elemento do relacionamento, e sim as conversas, as atividades juntos (que dependerão dos interesses, do rol de amigos), os interesses de vida.

É mais natural que mulheres mais novas se apaixonem por homens mais velhos do que homens mais novos que apaixonarem por mulheres mais velhas. O interesse de mulheres mais novas por homens mais velhos é mais natural tendo em vista que os homens mais velhos são geralmente mais experientes, carinhosos e gentis, características muito buscadas pelas mulheres. Porém, com o tempo, esses casais também tenderão a ter problemas. Alguns deles: autoritarismo do homem por ser muito mais velho, a mulher acabar pulando etapas da vida por causa do homem já estar preparado para o casamento e filhos e ela não.

Com relação à mulher ser mais velha do que o homem, pode ser que no início a paixão encubra diferenças entre as idades dos dois, mas vale lembrar que, além destas diferenças citadas anteriormente, o homem é muito visual e tenderá a prestar atenção e se sentir atraído por outras mulheres mais novas como ele com o passar do tempo.

Além disso, a mulher normalmente desenvolve uma maturidade mais cedo em relação ao homem. Ao se relacionar com um homem entre três e cinco anos mais velho que ela, a tendência é que tenham uma maturidade semelhante. Se ela se relaciona com homens entre cinco a dez anos mais novos que ela, dois comportamentos são comuns de serem observados e que prejudicam o relacionamento: a mulher pode ter um comportamento de “mãe” do rapaz; e ela pode “rebaixar”, vamos dizer assim, a maturidade dela para viver uma vida de “adolescente” ou “jovem” ao lado do namorado, quando poderia estar desenvolvendo-se ainda mais emocionalmente.

Portanto, mais do que o requisito da paixão e do interesse mútuo, é importante que cada um avalie questões como estas antes de iniciarem um namoro porque, depois de iniciado, torna-se mais difícil o término dele por conta do envolvimento emocional já experimentado entre as duas pessoas, que pode levá-los a uma continuidade do relacionamento sem levar em conta as diferenças que tenderão a se intensificar.

Equipe Biblia.com.br

 

Sexo antes do casamento
O que a Bíblia diz sobre os idosos?