Diretório de artigos

Pesquise por termo ou palavra chave

a b c d f g h i j l m n o p q r s t u v x z

Números 23:19 diz: “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa”, no entanto, Gênesis 6:6 afirma: “então, se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra, e isto lhe pesou no coração.” Como entender essas duas passagens? Deus se arrepende ou não?

Normalmente, quando é que você se arrepende de ter feito alguma coisa? Quando você cometeu um erro, não é? É comum alguém dizer: “Fiz algo errado e me arrependo disso”. E por que, normalmente, alguém se arrepende do erro cometido? Porque ele gera consequências desagradáveis. Assim, o arrependimento humano ocorre, na maioria das vezes, por causa de uma falha cometida (pecado) e que gera consequencias ruins das quais nos sentimos arrependidos.

Também é comum ouvirmos pessoas dizendo: “Não me arrependo de ter feito tal coisa, mas não gostaria de ter que passar pelas consequencias que ela gerou”. Essa situação é pior ainda, pois a pessoa não reconheceu que errou e nem se sente triste por ter cometido o erro, apenas lamenta ter que passar pelas consequencias do seu pecado.

O arrependimento de Deus é diferente do arrependimento humano.

DEUS NUNCA ERRA! Se Ele não erra, então não pode Se arrepender, como nós humanos, por algum erro que tenha cometido. Vejamos então cuidadosamente como a Bíblia utiliza a palavra arrependimento referindo-se a Deus.

Em Números 23:19-20 lemos: “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá? Eis que para abençoar recebi ordem; ele abençoou, não o posso revogar”. Essas palavras foram proferidas por Balaão e registradas por Moisés. Notem que o verso está dizendo que Deus havia abençoado o povo de Israel e que Ele não iria mudar de idéia. Nada nem ninguém poderiam fazer Deus mudar Seu plano de abençoar o povo. Nesse sentido, Deus não Se arrepende. Ele não muda Sua Palavra. Por mais que os inimigos do povo de Deus tenham tentado através de subornos e artimanhas não conseguiram fazer Deus mudar de idéia. Quando Deus abençoa, Ele não muda. Pode acontecer do homem mudar e colocar-se numa posição que o impeça de receber as bênçãos de Deus, mas Deus não muda Seu propósito de abençoar a humanidade porque Ele nos ama e não muda.
Note que Moisés não está comparando Deus com os homens. Aqui está a chave! DEUS NÃO É HOMEM PARA QUE SE ARREPENDA COMO UM HOMEM. Deus não tem nenhum erro do qual se arrepender.

Ao lermos passagens bíblicas que nos informam que Deus Se arrependeu precisamos levar em conta que o arrependimento divino é totalmente diferente do humano. Quando a Bíblia fala do arrependimento humano usa as seguintes palavras no original: Shubh (hebraico) e metanoéo (grego). Seus significados: mudança de mente (não somente a tristeza pelo pecado), voltar atrás, retornar ao caminho correto. Quando a Bíblia fala acerca do arrependimento divino usa estas: Naham (hebraico) e Metamélomai (grego). Significados: dor, tristeza, pesar, etc.
O arrependimento divino não traz mudança em Seu Ser, mas no Seu modo de tratar o homem. O arrependimento de Deus mencionado na Bíblia pode ter o sentido de mudar de idéia ou estar triste. Em diversas circunstâncias, quando o povo mudou de atitude e de procedimento abandonando seus pecados, Deus mudou de idéia, isso é, revogou a sentença outrora proferida. Veja algumas passagens bíblicas que ilustram esse ponto:
“Então o Senhor se arrependeu do mal que dissera que havia de fazer ao seu povo.” – Êxodo 32:14.
“Ora, quando o anjo estendeu a mão sobre Jerusalém, para a destruir, o Senhor se arrependeu daquele mal; e disse ao anjo que fazia a destruição entre o povo: Basta; retira agora a tua mão. E o anjo do Senhor estava junto à eira de Araúna, o jebuseu.” – 2 Samuel 24:16.
“Mataram-no, porventura, Ezequias, rei de Judá, e todo o Judá? Antes não temeu este ao Senhor, e não implorou o favor do Senhor? e não se arrependeu o Senhor do mal que falara contra eles? Mas nós estamos fazendo um grande mal contra as nossas almas.” – Jeremias 26:19.
“Então o Senhor se arrependeu disso. Não acontecerá, disse o Senhor.” Também disso se arrependeu o Senhor. Nem isso acontecerá, disse o Senhor Deus.” – Amós 7:3,6.
“Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho, e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez.” – Jonas 3:10.
“ E orou [Jonas] ao SENHOR e disse: Ah! SENHOR! Não foi isso o que eu disse, estando ainda na minha terra? Por isso, me adiantei, fugindo para Társis, pois sabia que és Deus clemente, e misericordioso, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e que te arrependes do mal.” (Jonas 4:2 RA).

No caso de Nínive, Deus Se arrependeu e não os destruiu como disse que faria. Nesse caso, o arrependimento de Deus significa que Ele ficou muito contente pelo fato dos cidadãos de Nínive, ou pelo menos alguns deles, terem se convertido de seus maus caminhos e voltado para Ele! As passagens acima apresentam o arrependimento de Deus como uma mudança no modo dEle tratar com os seres humanos, fruto da mudança do homem em relação a Ele e Seus propósitos.

Outros versos bíblicos falam que Deus Se arrependeu no sentido dEle ter ficado triste com o que os homens fizeram com a liberdade que lhes foi concedida. Vejamos duas dessas passagens:
“Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente. Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração E disse o Senhor: Destruirei da face da terra o homem que criei, tanto o homem como o animal, os répteis e as aves do céu; porque me arrependo de os haver feito.” – Gênesis 6:5-7.
“Ora, Samuel nunca mais viu a Saul até o dia da sua morte, mas Samuel teve dó de Saul. E o Senhor se arrependeu de haver posto a Saul rei sobre Israel.” – 1 Samuel 15:35.

Quando Gênesis 6:6 diz que Deus Se arrependeu de haver feito o homem está afirmando que o Senhor sentiu profunda dor por ter de executar juízo contra o homem. DEUS é AMOR! Ele quer que os ímpios se convertam dos seus maus caminhos e vivam eternamente com Ele (Ezequiel 18). Assim, quando Deus percebeu até que ponto a maldade humana havia crescido nos dias de Noé, ficou triste. Ele já havia tentado de tudo para chamar aquele povo ímpio de volta para os Seus caminhos. Agora, nada mais daria resultado. Não havia mais remédio. Deus viu que todos os habitantes da Terra, exceto a família de Noé, precisariam ser destruídos, condenados à morte eterna. Isso trouxe profunda tristeza a Deus.

Deus se arrependeu de ter criado o homem no geral? NÃO! Deus ficou triste pelo fato daquela geração O haver rejeitado completamente a ponto de terem de ser destruídos. Deus ficou triste por ter de punir a maldade humana, que havia alcançado proporções enormes.

Esse é o arrependimento de DEUS apresentado na Bíblia. Ele nunca erra, mas se alguma de Suas criaturas erra insistentemente a ponto de se perder eternamente, Deus, que não tem prazer na morte de ninguém, fica triste pelas consequências que essa criatura terá que sofrer. A esse sentimento de dor e perda a Bíblia chama de arrependimento ou pesar de Deus.

EQUIPE DE CONSELHEIROS BÍBLIAONLINE

Comentarios

Este artigo teve "18 Comentários"

  • CRESPIN disse:

    INTÃO QUER DISER QUE A BIBLIA É FALHA

  • jonatas da silva alves disse:

    números 23

    • Instrutor disse:

      Está com dúvida neste capítulo querido irmão? Qual sua dúvida?
      Aguardaremos sua opinião sobre o assunto, saiba que pode contar sempre conosco, Deus te ama muito e tem lindos planos para você, um grande abraço.

  • Juscilania disse:

    Oi desejo saber se é verdade que Deus enviou jesus n verdade para extermina a humanidade pois meu marido disse que por deus ter se arrependido ele enviou um anjo com a espada na mão só que deus se arrependeu e n deu continuidade e enviou jesus a terra para sofrer pelos nossos pecados

    • Instrutor disse:

      Veja querida irmã, De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, “arrependimento é sinônimo de compunção, contrição. Insatisfação causada por violação de lei ou de conduta moral e que resulta na livre aceitação do castigo e na disposição de evitar futuras violações”.

      Como um termo teológico é o ato de abandonar o pecado, aceitando a graciosa dádiva da salvação de Deus, entrando para um relacionamento pessoal e amigo com Ele. Arrependimento evangélico tem sido definido como mudança de pensamento, que leva a novo modo de agir. Em outras palavras é a revolta consciente e definitiva do homem contra o próprio pecado.

      Arrependimento significa tornar-se outra pessoa, “se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos Céus”. Mateus 18:3.

      ARREPENDIMENTO NO VELHO TESTAMENTO: No hebraico são encontrados dois vocábulos para expressar a idéia de arrependimento.

      I. Naham. É o arrependimento de Deus e corresponde ao grego Metamélomai. As seguintes passagens bíblicas confirmam a sua existência. Gênesis 6:6 e 7; Êxodo 32:14; Jonas 3:9 e 10.
      Deus é imutável em Seu Ser, na Sua perfeição e em Seus propósitos. O arrependimento divino não traz mudança do Seu Ser, do Seu caráter, mas apenas mudança em Sua maneira de tratar com os homens. O arrependimento de Deus é uma referência à alteração que se realiza na Sua relação para com o homem. O exemplo dos ninivitas nos ajuda a compreender o arrependimento de Deus. A cidade não foi destruída porque o povo se arrependeu de suas más obras. Deus mudou o seu tratamento devido à mudança operada no povo. O arrependimento de Deus (naham) foi uma conseqüência do arrependimento do povo (shubh).

      II. Shubh – arrependimento do homem.

      Este vocábulo hebraico corresponde ao grego metanoéo. Esta palavra significa girar, voltar ou retornar e é aplicada quando a pessoa deixa o pecado e se volta para Deus de todo o coração. Se o pecado etimologicamente significa falhar em atingir o alvo, desviar-se do caminho certo; arrepender-se é retornar ao caminho correto ou total retorno da pessoa a Deus.

      ARREPENDIMENTO NO NOVO TESTAMENTO: Assim como há no hebraico duas palavras, uma para expressar o arrependimento divino e outra o humano, existem também em grego duas diferentes palavras para transmitir estes dois tipos de arrependimento.

      I. O verbo usado em grego para o arrependimento de Deus é metamélomai, pode ser traduzido por: pesar, sentir tristeza, remorso, mudança de sentimento. Ter cuidado ou preocupação por alguém ou alguma coisa. Etimologicamente significa mudar uma preocupação por outra.

      Possuindo Deus caráter e atributos imutáveis Ele é perfeito, logo não pode mudar nem para melhor nem para pior. No entanto a imutabilidade divina não consiste em agir sempre da mesma maneira. Há casos e circunstâncias que podem ser alterados.

      A imutável santidade de Deus requer que Ele trate os ímpios diferentemente dos justos. Quando os justos se tornam ímpios, seu tratamento a respeito destes deve mudar. O sol não é volúvel ou parcial porque derrete a cera, enquanto endurece o barro; a mudança não está no sol, mas nos objetos sobre os quais brilha. A mudança no tratamento de Deus para com os homens é descrita antropomorficamente como se ocorressem mudanças no próprio Deus”.

      II. metanoéo é o verbo usado em grego para o arrependimento do homem. Dicionários e comentários nos informam que significa:

      a) uma mudança de mente, de pensamento.

      b) Literalmente significa pensar diferentemente.

      c) Teologicamente a palavra inclui não somente mudança da mente, mas uma nova direção da vontade, próposito e atitudes.

      O verbo metanóeo é usado em o Novo Testamento 32 vezes. O arrependimento inclui três aspectos:

      1) O aspecto intelectual, ou seja, o reconhecimento, pelo homem, do erro de sua vida, sua culpa diante de Deus, sua incapacidade para, em suas próprias forças agradar a Deus. Sendo o homem um ser intelectual, Deus somente se agrada em ser adorado por meio de um processo racional.

      2) O aspecto emocional – tristeza pelo seu pecado como uma ofensa contra um Deus santo e justo. Os sentimentos não são equivalentes ao arrependimento, mas podem conduzir a um verdadeiro arrependimento, porque o verdadeiro arrependimento não pode provir de um coração frio ou indiferente.

      3) O aspecto da vontade ou volitivo – mudança de propósito, resolução íntima contra o pecado e disposição para buscar de Deus o perdão, purificação e poder. Este é o mais importante dos elementos, pois Deus pode apelar à pessoa para se converter, chamá-la ao arrependimento, mas como Deus dotou o homem com o livre arbítrio, somente este pode ou não aceitar o perdão divino; somente o próprio homem pode escolher arrepender-se ou não.

      Apesar das ponderações anteriores, o arrependimento, no mais profundo sentido, está além das forças ou do poder humano. Ellen G. White declara em Testemunhos Seletos, Vol. II, p. 94:
      “O arrependimento, bem como o perdão, são dons de Deus por meio de Cristo”. É importante compreender esta verdade fundamental. Não podemos primeiro arrepender-nos para depois ir a Cristo. Devemos ir a ele como estamos e ele irá transformar a nossa vida.

      Paulo em Romanos 2:4 nos asseverou com muita objetividade que é a bondade de Deus que nos conduz ao arrependimento. O arrependimento é um passo decisivo na vida do cristão, desde que a Bíblia o apresenta como uma das condições para a salvação (Mat. 3: 1 e 2.)

      Naqueles dias apareceu João Batista, pregando no deserto da Judéia, e dizia: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus ( Mat. 4:17). Daí por diante passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus…. “Se, porém, não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis”. Luc. 13:3

      “O arrependimento de Deus não é como o do homem. Aquele que é a Força de Israel não mente nem se arrepende; porquanto não é um homem para que se arrependa, (I Samuel 15:29). O arrependimento do homem implica uma mudança de intuitos. O arrependimento de Deus implica uma mudança de circunstâncias e relações. O homem pode mudar sua relação para com Deus, conformando-se com as condições sob as quais pode ser levado ao favor divino; ou pela sua própria ação, colocar-se fora da condição favorável, mas o Senhor é o mesmo, ontem, hoje e eternamente, Heb. 13:8″. Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 700.

      A idéia principal na afirmação de que Deus se arrependeu, nada tem a ver com falhas e pecados como acontece com o homem, mas apenas a sua mágoa com o mau procedimento humano e o seu desejo de sustar o curso do mal. Deveríamos sempre ser gratos a Deus, porque no Seu infinito amor, Ele se entristece com o nosso pecado e muda o Seu tratamento quando nos arrependemos de nossas obras más. Deus é imutável, mas a mutabilidade humana faz com que Ele mude o Seu trato para conosco.
      Deus nos ama muito e quer que nossa escolha de vida seja ao lado dEle, sempre nas horas mais difíceis de nossa vida Ele estará estendendo os braços para nos ajudar, conforme:
      “Porque Eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita, e te digo: Não temas, que Eu te ajudo.” (Isaías 41: 13).
      Estaremos aguardando sua opinião, saiba que tem novos amigos com quem poderá contar sempre, que Deus te abençoe muito, um grande abraço.

  • Vinicius disse:

    Ora é realmente incrível como vocês não aceitam as contradições bíblicas,deus com toda sua onisciência,onipotência e onipresença ,como assim mudou de mente?kkk..quando mudo de mente é poque tenho um pensamento errado,então como Deus é perfeito?Mesmo onisciente arrependeu?

    • Instrutor disse:

      Pois é querido irmão, Deus sabe de todas as coisas, sabe o fim desde o princípio, o fato de se arrepender não altera em nada irmão.
      Estaremos aguardando sua opinião, saiba que tem novos amigos com quem poderá contar sempre, que Deus te abençoe muito, um grande abraço.

  • keily disse:

    Gostei muito da forma de esclarecimento utilizada. Obrigada!!!

    • Instrutor disse:

      Que ótimo que gostou querida irmã, ficamos muito felizes por isso, continue firme no caminho do Senhor, Ele tem lindos planos para sua vida, um grande abraço.

  • Karla Ferreira disse:

    Quando aceitamos Jesus como nosso SENHOR E SALVADOR, nos tornamos novas criaturas…para vivermos uma vida com CRISTO em obediência aos seus mandamentos ele nos proporcionará o melhor da terra…a garantia de uma vida com grandes vitórias…mas é necessário ouvir e obedecer a palavra de DEUS.

  • Rodrigo disse:

    ele se arrependeu por nós, homens e mulheres, sermos tão ingratos, pois ele nos deu a vida, e dessa vida jesus veio para nos dar o livre arbítrio porque quem sabe hoje nem estaríamos mais aqui, hoje Jesus o nosso salvador se assenta ao lado do DEUS seu pai, sendo assim ajudando e pedindo para que Deus não derrame sua ira contra nós por sermos tão pecadores , Deus é amor mais também é justiça.

    “Depois de lhes ter falado, o Senhor Jesus foi elevado aos céus e assentou-se à direita de Deus.” Marcos 16:19
    “Deus o exaltou, colocando-o à sua direita como Príncipe e Salvador, para dar a Israel arrependimento e perdão de pecados.” Atos 5:31

    ex: um pai deu para seu filho uma moto e ele é uma pessoa irresponsável bebe com a moto e se acidenta e vem a falecer. Com certeza o pai vai se arrepender muito de ter dado aquela moto para ele… Com Deus foi assim ele deu a liberdade a Adão e Eva, mais eles não souberam cuidar disso e fizeram a unica coisa que Deus falou que não podiam fazer e morreram espiritualmente. Quem sabe aquele pai falou também filho só não beba?

    Jeremias: convertei-vos, ó filhos rebeldes, diz o senhor; porque eu sou o vosso esposo e vos tomarei, um de cada cidade e dois de cada família, e vos levarei a Sião cap 3.14

    Este capitulo me Faz ver que Muitos serão chamados, mais poucos serão os escolhidos.

  • olha já tinha atravéz de um estudo na minha igreja este pleno entendimento mais confesso que ficou mais claro que Deus é amor e tambem soberano questionar a Deus é sair do foco da benção . como tambem foi comentado Deus é fiel e quer a nos todos no céu mas sabemos que nem todos querem ir pra la né muito bom este estudo parabens
    Deus abençoe

  • estefany disse:

    em quais passagens biblicas no antigo testamento aparece a expressao filho do homem?(livro capitulo e versiculo

  • thais disse:

    deus nao se arrepende de suas promesas qe ele fas a nos!!

    • Instrutor disse:

      Exatamente querida irmã, Deus tem um lindo plano para cada um de nós e o maior destes planos é que nós alcancemos a salvação e vivamos eternamente ao lado dEle.
      Que Deus abençoe muito você, conte sempre comigo, um grande abraço.

  • No meu entendimento, arrependimento não cabe dentro do conceito de Deus, tudo
    o que Ele fez e criou é perfeito, pois Ele é perfeito, e quem é perfeito, tudo o que faz é perfeito.
    Devido a depravação humana, pesou no coração de Deus desfazer a maldade do homem que havia ultrapassado os feitos do maligno.
    tanto é que Deus não desfez o homem da terra, conservou Noé e sua família para que continuasse a raça humana.
    O que Deus quer é que os homens sejam fiéis, não desobedeçam seus Mandamentos.
    Deus ao formar o homem e a mulher, diz a Bíblia e viu Deus que era muito bom. GENISIS, 1:31 toda a criação de Deus é muito bom.

  • Edivaldo R. de Cerqueira disse:

    OUTRO ARTIGO SOBRE O ASSUNTO ONDE TRATA DO
    ARREPENDIMENTO DE DEUS EM FORMA DE COMENTÁRIOS.

    A Palavra, arrenpender-se, do latim, quer dizer: REPOENITERE. Mudar de opinião e de ideia, “voltar ao ponto zero”. Começar tudo de novo.
    Agora vejamos que Deus nunca pecou. Está escrito no Livro do Evangelho, segundo João. Que Jesus declara com estas palavras: QUEM DENTRE VÓS ME CONVENCE DE PECADO? E, SE VOS DIGO A VERDADE, POR QUE NÃO CREDES?
    No mesmo livro de João capítulo 20: verso 28. Tomé responde e disse: Senhor meu, e Deus meu! É contundente a exposição de um dos discípulos de Jesus. Afirmar CATEGORICAMENTE a autenticidade e autoridade do Criador. “Sendo Cristo o Deus que muda de opinião” ELE PODE SIM NA HORA QUE QUISER. Contudo, falo não no contexto que ele é imutável, onipresente, onipotente e onisciente. Ele é eterno e nunca deixara de se João 11:25-26. É amor e nunca deixará de ser 1º João 4:8.
    Mas vejamos no livro de Gênesis: 6:6. Então se arrependeu o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra, e pesou em seu coração. Edição revista e corrigida. (Arrependeu-se, traduzido mudou de ideia, e de opinião) Deus não muda na sua essência nem em sua personalidade. Mas pode muito bem refazer a vida de uma pessoa de um mundo criado por ele. Tanto que curou várias de moléstia causadas pelo Biabo. Ele pode muito bem criar e refazer a sua criação e destruir o que o maligno criou de ruim no Planeta terra. Observe que os antediluvianos, não aceitaram o convite para estarem fora da destruição das obras do Diabo. E Adão, sabia que teria quer ser responsável pelos seus atos. Por isso, pela manhã e pela tarde oferecia um Cordeirinho confessando os seus pecados. História da Redenção.
    Veja no livro de 2º Pedro 3: de 10 a 13.
    Vai haver um Juízo Final. Deus vai destruir o mundo com fogo. Os que não estiverem escritos no livro da Vida do Cordeiro, Ap. 13:8 de modo nenhum escaparão. O Criador vai refazer este Planeta, assolado pelo pecado primeiro de Lúcifer, Adão e Eva e depois dos homens maus. Vejam. É o mesmo contexto.
    Deus também tem sentimento, amor, misericórdia, bondade e sente quando uma pessoa rejeita a Salvação e quando aceita-A.
    Ver. EMANUEL: (Emanuel traduzido é Deus conosco MT. 1:23.) é o Consolador do Grego. PARACLETO João 14:26. João 16:8. Consolando o coração contrito a ele.
    Volte ao início. Deus mudou de ideia e desfez a obra da Serpente quando não aceitou o pecado mandando o DILÚVIO, primeiro o pecado de Eva que foi enganada. Ver Gênesis 6:13. O pecado de Adão que foi consciente. Gênesis 2:17. Deus queria que Adão e Eva não tivessem que se envolver em duas privacidades. “1º A vida, e em 2º lugar a morte”. Querer conhecer da totalidade de Deus é um assunto que só diz respeito a Ele. Ele é a vida eterna. Importa sabermos de Jesus. REVELADO AO HOMEM.
    O mistério do Todo-poderoso. Só pertence a sua própria identidade pessoal. E querer saber dos particulares do Pai? “Não cabe ao homem, é algo exclusivo do SENHOR JEOVÁ”. Já de querer saber do mal, é muito perigoso em sua essência. O anjo caído não apresenta nenhuma bondade nem qualidade de vida, ele não se arrepende. Ele faz um grande estrago se fizer parte da vida das criaturas de Deus. Por esta razão, Eva se arriscou muito em dar ouvidos a Serpente e querer saber de DEUS e de Satanás. Ou seja, o bem Deus e o mal Satanás é perda de tempo. Só levou a ruína. João 8:44. Leia com toda atenção.
    Por isso que Deus arrependeu-se.
    Vou lhes contar uma “estória” desenvolvida por mim mesmo para TORNAR CLARO O ASSUNDO ARTIGO.
    Um homem tinha um filho que o amava demais, cuidava dele todo dia, aconselhava-o, e olhava a cama dele quando estava dormindo para saber se estava tudo bem todo dia. Um dia o pai deixou a porta meio que aberta. Se valendo do livre arbítrio que exercia no lar e no dialogo com o pequeno.
    Mas aconteceu o infortúnio, e o garoto foi para rua. Brincava inocentemente. Ele estava na época com apenas sete aninhos. Derrepente veio um carro desgovernado e atropelou aquela criança. O motorista ficou completamente perturbado com tudo que acontecera na quela jornadeada tão desesperadora. Prestaram socorro ao menino e conduziram-no ao posto de saúde mais próximo. Os médicos fizeram de tudo. Mas a criança sofreu um traumatismo craniano. E veio a óbito. O pai voltou triste e enterrou seu filho tão querido.
    Ele passou a conviver pensando porque deixou a porta aberta. Se existe o livre arbítrio! Foi aí que o pai se arrependeu de ter deixado a porta meio que aberta. Ele ficou com o coração abalado e pesaroso chegando a mudou de ideia, deixando a porta sempre fechada.
    O pai foi culpado. Pecou contra alguma Lei? Não. Ele apenas mudou de ideia dando segurança a sua casa. Mas não foi ele o causador da morte do seu filho. Foi o carro guiado por um motorista embriagado. Ele foi autuado e preso para que se arrependesse de ter cometido o mal que fizera a aquela criança. Só que o condutor de veículos se suicidou na prisão.
    (Eu desenvolvi esta estória para ilustrar a ocorrência do episodio entre o arrependimento do homem e o de Deus. Foi neste contexto que aconteceu no decorrer do pecado de Adão e Eva).
    Ali no caso de Judas houve pecado, ele sentiu remoço. (outro caso para arrependimento não genuíno) João 22:48. Houve traição. Pedro se arrependeu com um arrependimento genuíno. Chorou amargamente e se aproximou de Jesus. Judas se afastou do Mestre e foi se enforcar.
    Deus não abandonou a humanidade, veio e morreu por ela.
    Levando Deus a se sentir magoado, pesaroso, triste, que chegou a mudar de ideia. Fechando a entrada do jardim do Éden. Sendo assim e o que tudo indica. Esse foi o ato do “arrependimento de Deus”.
    Jesus estava em Espírito. Que, antes que Abraão existisse, EU SOU. DISSE JESUS. João 8:58.
    Tanto que ele começou tudo de novo a partir de Noé e sua família. Ali ele começou a povoar a terra.
    Este artigo foi escrito com o propósito de entrar no assunto que diz respeito ao Arrependimento de Deus.
    Um forte abraço!
    Cordialmente, To. Edivaldo. Comentarista do Yahoo…

  • mario pires dos reis disse:

    as pessoas acha que Deus; pelo seu tão crande poder e soberania; acha que elé Deus. não tem sentimento´,como mostra os sentimentos para as pessoas? Deus ele ama i e amor tem sentimento, apalavra arrependimento e para mostrar o sentimento aspessoas. nos entendemos com sertesa que Deus ninguem jamais pegara ele de surpresa, pois a biblia fala que; jesus e o cordeiro morto antes da fundaçao do mundo. ou seija todo Deus sabe.Deus tem os seus meios de comunicar com as pessoas,para que elas o conheça.

Comente este artigo

Comente este artigo


Current month ye@r day *