biblia.com.br

Como se dá a restrição à alguns alimentos?

Alimentos Impuros

22 de fevereiro de 2018

É interessante notar que os animais recomendados para a alimentação eram os animais limpos, os mesmos utilizados para o sacrifício na adoração.

O regime indicado ao homem no princípio, não compreendia alimento animal. Não foi senão depois do dilúvio, quando tudo quanto era verde na terra havia sido destruído, que o homem recebeu a orientação sobre qual tipo de animais comer. É interessante notar que os animais recomendados para a alimentação eram os animais limpos, os mesmos utilizados para o sacrifício na adoração.

“E edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo o animal limpo e de toda a ave limpa, e ofereceu holocausto sobre o altar.”
Gênesis 8:20

Vale lembrar que a quantidade de animais limpos que deveria entrar na arca deveria ser maior do que a de animais impuros  (Gênesis 7:2 e 3). Os animais impuros tinham por propósito efetuar a limpeza do local. Já parou pra observar que ainda hoje é fácil reconhecer os animais “lixeiros” do planeta? Seja na terra ou no mar, eles estão lá, comendo as impurezas.

A distinção entre os animais limpos e imundos era perfeitamente conhecida pelos primeiros seres humanos, não sendo necessário Deus detalhar a lista. Somente depois do tempo no Egito, após o distanciamento do povo da adoração a Deus foi necessário informá-la.

De volta ao Éden, quando Deus deu a comida para homem no Éden, e disse o que ele deveria comer e o que não comer, estabeleceu o senhorio dEle sobre a alimentação do homem. É Deus quem dá o alimento. Ele cria a vida e a mantém  através do alimento que Ele provê.

“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.” Gênesis 1:29

“E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Gênesis 2:16,17

O fato de Eva comer o que Deus disse que ela não deveria comer, foi o mesmo que declarar: “eu não reconheço o Senhor como autor da vida e mantenedor, não confio em Sua Palavra.” Foi uma troca de senhorio. Agora, olhe para Daniel e seus amigos, a declaração de senhorio na vida deles foi definida pela escolha que eles fizeram por não comer das finas iguarias do rei.

“Daniel, contudo, decidiu não se tornar impuro com a comida e com o vinho do rei, e pediu ao chefe dos oficiais permissão para se abster deles.” Daniel 1:8

“Peço-lhe que faça uma experiência com os seus servos durante dez dias: Não nos dê nada além de vegetais para comer e água para beber.” Daniel 1:12

Relembrando a saída dos israelitas do Egito, encontramos o relato da Êxodo, onde o povo passa por uma reeducação dos hábitos. E qual é a alimentação dada a Eles por Deus? Maná. Mas o povo queria carne, e Deus atendeu o pedido, foi trágico…

“Um bando de estrangeiros que havia no meio deles encheu-se de gula, e até os próprios israelitas tornaram a queixar-se, e diziam: “Ah, se tivéssemos carne para comer! Nós nos lembramos dos peixes que comíamos de graça no Egito, e também dos pepinos, das melancias, dos alhos porós, das cebolas e dos alhos. Mas agora perdemos o apetite; nunca vemos nada, a não ser este maná! ” Números 11:4-6

“Diga ao povo: Consagrem-se para amanhã, pois vocês comerão carne. O Senhor os ouviu quando se queixaram a ele, dizendo: ‘Ah, se tivéssemos carne para comer! Estávamos melhor no Egito! ’ Agora o Senhor lhes dará carne, e vocês a comerão.
Vocês não comerão carne apenas um dia, ou dois, ou cinco, ou dez ou vinte, mas um mês inteiro, até que lhes saia carne pelo nariz e vocês tenham nojo dela, porque rejeitaram o Senhor, que está no meio de vocês, e se queixaram a ele, dizendo: ‘Por que saímos do Egito? ’ ” Números 11:18-20

“Depois disso, veio um vento da parte do Senhor que trouxe codornizes do mar e as fez cair por todo o acampamento, a uma altura de noventa centímetros, espalhando-as em todas as direções até num raio de uma caminhada de um dia.
Durante todo aquele dia e aquela noite e durante todo o dia seguinte, o povo saiu e recolheu codornizes. Ninguém recolheu menos de dez barris. Então eles as estenderam para secar ao redor de todo o acampamento. Mas, enquanto a carne ainda estava entre os seus dentes e antes que a ingerissem, a ira do Senhor acendeu-se contra o povo, e ele o feriu com uma praga terrível. Por isso o lugar foi chamado Quibrote-Hataavá, porque ali foram enterrados os que tinham sido dominados pela gula.”
Números 11:31-34

Durante o tempo de Êxodo, Deus se revela ao povo e relembra como deveria ser a adoração, os sacrifícios, (Levíticos 1-10)  e quais animais poderiam ser usados como alimento (confira a lista em Levíticos 11), visto que após 400 anos de escravidão no Egito o povo se afastou de Deus, se envolveu com a idolatria e passou a comer o que via pela frente.

Das carnes permitidas, era estritamente proibido comer a gordura e o sangue.

“Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” 1 Coríntios 10:31

Equipe Biblia.com.br