você está lendo...

Amós – Capítulo 5

1 Ouça esta palavra, ó nação de Israel, este lamento acerca de vocês:
2 “Caída para nunca mais se levantar, está a virgem Israel. Abandonada em sua própria terra, não há quem a levante”.
3 Assim diz o Soberano, o Senhor: “A cidade que mandar mil para o exército ficará com cem; e a que mandar cem ficará com dez”.
4 Assim diz o Senhor à nação de Israel: Busquem-me e terão vida;
5 não busquem Betel, não vão a Gilgal, não façam peregrinação a Berseba. Pois Gilgal[18] certamente irá para o exílio, e Betel[19] será reduzida a nada.
6 Busquem o Senhor e terão vida, do contrário, ele irromperá como um fogo entre os descendentes de José, e devastará a cidade de Betel, e não haverá ninguém alipara apagá-lo.
7 Vocês estão transformando o direito em amargura e atirando a justiça ao chão,
8 (aquele que fez as Plêiades e o Órion, que faz da escuridão, alvorada e do dia, noite escura, que chama as águas do mar e as espalha sobre a face da terra; Senhor é o seu nome.
9 Ele traz repentina destruição sobre a fortaleza, e a destruição vem sobre a cidade fortificada),
10 vocês odeiam aquele que defende a justiça no tribunal[20]e detestam aquele que fala a verdade.
11 Vocês oprimem o pobre e o forçam a dar-lhes o trigo. Por isso, embora vocês tenham construído mansões de pedra, nelas não morarão; embora tenham plantado vinhas verdejantes, não beberão do seu vinho.
12 Pois eu sei quantas são as suas transgressões e quão grandes são os seus pecados. Vocês oprimem o justo, recebem suborno e impedem que se faça justiça ao pobre nos tribunais.
13 Por isso o prudente se cala em tais situações, pois é tempo de desgraças.
14 Busquem o bem, não o mal, para que tenham vida. Então o Senhor, o Deus dos Exércitos, estará com vocês, conforme vocês afirmam.
15 Odeiem o mal, amem o bem; estabeleçam a justiça nos tribunais. Talvez o Senhor, o Deus dos Exércitos, tenha misericórdia do remanescente de José.
16 Portanto, assim diz o Senhor, o Deus dos Exércitos, o Soberano: Haverá lamentação em todas as praças e gritos de angústia em todas as ruas. Os lavradores serão convocados para chorar e os pranteadores para se lamentar.
17 Haverá lamentos em todas as vinhas, pois passarei no meio de vocês, diz o Senhor.
18 Ai de vocês que anseiam pelo dia do Senhor! O que pensam vocês do dia do Senhor? Será dia de trevas, não de luz.
19 Será como se um homem fugisse de um leão e encontrasse um urso; como alguém que entrasse em sua casa e, encostando a mão na parede, fosse picado por uma serpente.
20 O dia do Senhor será de trevas e não de luz. Uma escuridão total, sem um raio de claridade.
21 Eu odeio e desprezo as suas festas religiosas; não suporto as suas assembléias solenes.
22 Mesmo que vocês me tragam holocaustos[21]e ofertas de cereal, isso não me agradará. Mesmo que me traga mas melhores ofertas de comunhão[22], não darei a menor atenção a elas.
23 Afastem de mimo som das suas canções se a música das suas liras.
24 Em vez disso, corra a retidão como um rio, a justiça como um ribeiro perene!
25 Foi a mim que vocês trouxeram sacrifícios e ofertas durante os quarenta anos no deserto, ó nação de Israel?
26 Não! Vocês carregaram o seu rei Sicute, e Quium, imagens dos deuses astrais, que vocês fizeram para si mesmos. [23]
27 Por isso eu os mandarei para o exílio, para além de Damasco, diz o Senhor; Deus dos Exércitos é o seu nome.


Livros
Capitulos

Compartilhe