você está lendo...

Marcos – Capítulo 2

1 Alguns dias depois, Jesus voltou para a cidade de Cafarnaum, e logo se espalhou a notícia de que ele estava em casa.
2 Muitas pessoas foram até lá, e ajuntou-se tanta gente, que não havia lugar nem mesmo do lado de fora, perto da porta. Enquanto Jesus estava anunciando a mensagem,
3 trouxeram um paralítico. Ele estava sendo carregado por quatro homens,
4 mas, por causa de toda aquela gente, eles não puderam levá-lo até perto de Jesus. Então fizeram um buraco no telhado da casa, em cima do lugar onde Jesus estava, e pela abertura desceram o doente deitado na sua cama.
5 Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico: – Meu filho, os seus pecados estão perdoados.
6 Alguns mestres da Lei que estavam sentados ali começaram a pensar:
7 “O que é isso que esse homem está dizendo? Isso é blasfêmia contra Deus! Ninguém pode perdoar pecados; só Deus tem esse poder!”
8 No mesmo instante Jesus soube o que eles estavam pensando e disse: – Por que vocês estão pensando essas coisas?
9 O que é mais fácil dizer ao paralítico: “Os seus pecados estão perdoados” ou “Levante-se, pegue a sua cama e ande”?
10 Pois vou mostrar a vocês que eu, o Filho do Homem, tenho poder na terra para perdoar pecados. Então disse ao paralítico:
11 – Eu digo a você: levante-se, pegue a sua cama e vá para casa.
12 No mesmo instante o homem se levantou na frente de todos, pegou a cama e saiu. Todos ficaram muito admirados e louvaram a Deus, dizendo: – Nunca vimos uma coisa assim!
13 Jesus saiu outra vez e foi para o lago da Galiléia. Muita gente ia procurá-lo, e ele ensinava a todos.
14 Enquanto estava caminhando, Jesus viu Levi, filho de Alfeu, sentado no lugar onde os impostos eram pagos. Então disse a Levi: – Venha comigo. Levi se levantou e foi com ele.
15 Mais tarde, Jesus estava jantando na casa de Levi. Junto com Jesus e os seus discípulos estavam muitos cobradores de impostos e outras pessoas de má fama que o seguiam.
16 Alguns mestres da Lei, que eram do partido dos fariseus, vendo Jesus comer com aquela gente e com os cobradores de impostos, perguntaram aos discípulos: – Por que ele come e bebe com essa gente?
17 Jesus ouviu a pergunta e disse aos mestres da Lei: – Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Eu vim para chamar os pecadores e não os bons.
18 Os discípulos de João Batista e os fariseus estavam jejuando. Algumas pessoas chegaram perto de Jesus e disseram a ele: – Os discípulos de João e os discípulos dos fariseus jejuam. Por que é que os discípulos do senhor não jejuam?
19 Jesus respondeu: – Vocês acham que os convidados de um casamento jejuam enquanto o noivo está com eles? Enquanto ele está presente, é claro que não jejuam!
20 Mas chegará o tempo em que o noivo será tirado do meio deles; então sim eles vão jejuar!
21 – Ninguém usa um retalho de pano novo para remendar uma roupa velha; pois o remendo novo encolhe e rasga a roupa velha, aumentando o buraco.
22 Ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se perde, e os odres ficam estragados. Por isso, o vinho novo é posto em odres novos.
23 Num sábado, Jesus e os seus discípulos estavam atravessando uma plantação de trigo. Enquanto caminhavam, os discípulos iam colhendo espigas.
24 Então alguns fariseus perguntaram a Jesus: – Por que é que os seus discípulos estão fazendo uma coisa que a nossa Lei proíbe fazer no sábado?
25 Jesus respondeu: – Vocês não leram o que Davi fez, quando ele e os seus companheiros não tinham comida e ficaram com fome?
26 Ele entrou na casa de Deus, na época do Grande Sacerdote Abiatar, comeu os pães oferecidos a Deus e os deu também aos seus companheiros. No entanto, é contra a nossa Lei alguém comer desses pães; somente os sacerdotes têm o direito de fazer isso.
27 E Jesus terminou: – O sábado foi feito para servir as pessoas, e não as pessoas para servirem o sábado.
28 Portanto, o Filho do Homem tem autoridade até mesmo sobre o sábado.


Livros
Capitulos

Compartilhe