você está lendo...

Eclesiástes – Capítulo 10

1 Assim como algumas moscas mortas podem estragar um frasco inteiro de perfume, assim também uma pequena tolice pode fazer a sabedoria perder todo o valor.
2 Para quem é sábio, é muito natural fazer o que é certo, mas para o tolo o natural é fazer o que é errado.
3 Todos percebem que ele é tolo; até os que não o conhecem notam a sua falta de juízo.
4 Se uma autoridade se zangar com você, não peça demissão; erros sérios podem ser perdoados se você não perder a calma.
5 Eu tenho visto neste mundo uma injustiça que é cometida pelos que governam:
6 eles colocam pessoas tolas em altos cargos e deixam de lado pessoas de valor.
7 Tenho visto escravos andando a cavalo e príncipes andando a pé como se fossem escravos.
8 Quem abre um buraco cairá nele; quem derruba um muro será mordido por uma cobra.
9 Quem arranca pedras será ferido por elas; quem racha lenha acabará se machucando.
10 Se você deixa o machado perder o corte e não o afia, terá de trabalhar muito mais. É mais inteligente planejar antes de agir.
11 Não adianta nada você saber encantar cobras se deixar que uma delas o morda.
12 Quem é sábio recebe elogios pelas coisas que diz, mas o tolo é destruído pelas suas próprias palavras.
13 Ele começa dizendo tolices e acaba falando coisas absurdas e más.
14 O tolo não pára de falar. Ninguém sabe o que vai acontecer amanhã, nem pode dizer o que acontecerá depois da sua morte.
15 Somente um homem muito tolo, tão tolo, que nem consegue encontrar o caminho de casa, se esgota de tanto trabalhar.
16 Um país vai mal quando aquele que o governa se deixa levar pela opinião dos outros, e quando as autoridades começam a se divertir logo de manhã.
17 Mas um país vai bem quando quem o governa toma as suas próprias decisões, e as autoridades sabem se controlar, comem na hora certa e não bebem demais.
18 Se por preguiça você deixar de consertar o telhado da sua casa, ele acabará ficando cheio de goteiras, e a casa cairá.
19 As festas ajudam a gente a se divertir, e o vinho ajuda a gente a se alegrar; mas sem dinheiro não se pode ter nem uma coisa nem outra.
20 Não critique o governo nem mesmo em pensamento e não critique o homem rico nem mesmo dentro do seu próprio quarto, pois um passarinho poderia ir contar a eles o que você disse.


Livros
Capitulos

Compartilhe