Salva-me, ó Deus, pelo teu nome, e faze-me justiça pelo teu poder. - SALMOS 54:1

Ter razão o tempo todo

Publicado em: 06/05/2013  |   0:00
Compartilhe:

uniao (2)Todo mundo deseja ter razão. Ninguém gosta de estar errado. Maior que nosso desejo de ter razão é a vontade de “estarmos certos”, de estarmos em harmonia com as outras pessoas. Queremos relacionamentos abertos, amorosos com todos, e ficamos perturbados quando ocorrem incompreensões, hostilidades ou ressentimentos. Há algo em nós que aborrece um relacionamento partido, assim como a natureza rejeita o vácuo. Somos levados a justificar a nós mesmos para termos a certeza de estarmos certos e não sermos a causa da separação.

A mesma coisa é ainda mais verdadeira quanto ao relacionamento do homem com Deus. Por sermos rebeldes e desejarmos dirigir nossas próprias vidas, somos separados da comunhão com Deus. Pecado é separação. Mas também desejamos estar certos com Deus. Tentamos acertar a nós mesmos sendo bons o suficiente para merecer o amor divino. Mas, jamais poderemos ser bons o suficiente, porque em nosso interior encontra-se a ambivalência de desejar a Deus e rejeitá-Lo ao mesmo tempo.

Deus sabia que o homem era incapaz de estar com Ele, e por isso Ele veio em Jesus a fim de revelar a justiça que seria concedida como um dom. A cruz foi o acontecimento histórico, tangível, no qual Deus reconciliou – isto é, perdoou e aceitou – o homem consigo mesmo. É esta a justiça que Jesus anteviu na bem-aventurança acerca da fome e da sede. Precisamos ansiar com fome e sede por esse tipo de relacionamento correto com Deus. Paulo nos diz que esse relacionamento é um dom gratuito que deve ser apropriado pela fé. (Escrito por Lloyd Ogilvie)

Os comentários estão desativados.

Leia a Biblia

Fale Conosco

Envie suas sugestões ou solicite informações