Aquele que está sentado nos céus se rirá; o Senhor zombará deles. - SALMOS 2:4

Luz em meio às trevas

Publicado em: 02/12/2012  |   23:00
Compartilhe:

Enquanto Ezequiel passava seus dias pregando (e representando) sermões para os exilados judeus, Daniel foi recrutado para trabalhar no palácio do rei.

Na verdade, a vida de Daniel no palácio se parece muito com a do antigo personagem José, que também atingiu uma posição de destaque em um governo estrangeiro. Daniel atingiu o sucesso sem sacrificar seus próprios princípios de integridade. De alguma maneira, ele conseguiu prosperar em um ambiente marcado pela ambição e pela intriga, mesmo mantendo-se fiel aos seus elevados ideais judaicos…

De forma geral, os profetas bíblicos oferecem não apenas um, mas muitos modelos de como uma pessoa pode servir a Deus e ao estado ao mesmo tempo. Em uma extremidade, estão homens como Amós e Elias, que, como estrangeiros, insultavam os perversos da sociedade. Outros, como Jeremias e Natã, ocasionalmente aconselhavam os reis, mas mantinham-se a uma distância segura. No entanto, Isaías e Samuel tornaram-se conselheiros oficiais de reis. Já
Daniel mostra que uma pessoa pode se conservar pura mesmo trabalhando dentro de um regime tirânico.

Durante pelo menos sessenta e seis anos, Daniel serviu a reis pagãos com grande diligência e desenvoltura. E nem uma vez sequer, ele comprometeu sua fé, nem mesmo quando ameaçado de morte. Daniel é o melhor modelo de como viver entre pessoas que não compartilham ou que não respeitam as suas crenças. (Extraído da obra Discovering God, de Philip Yancey)

Os comentários estão desativados.

Leia a Biblia

Fale Conosco

Envie suas sugestões ou solicite informações