Levanta-te, Senhor, entra no lugar do teu repouso, tu e a arca da tua força. - SALMOS 132:8

E Ele viveu entre nós

Publicado em: 23/12/2012  |   23:00
Compartilhe:

As implicações do nome “Emanuel” são tanto reconfortantes quanto perturbadoras. São reconfortantes porque Jesus veio compartilhar o perigo e o trabalho fatigante da nossa vida cotidiana. Ele deseja chorar conosco e enxugar as nossas lágrimas. E o que é ainda mais gentil, Jesus Cristo, o Filho de Deus, anseia compartilhar e ser a fonte do riso e da alegria que muito raramente conhecemos.

Quanto a serem perturbadoras, uma coisa é assumir que Deus nos vê e fala conosco lá do Alto, de uma distância bem segura. Mas afirmar que Ele está bem aqui é colocar Deus e nós mesmos em uma situação totalmente nova. Ele não é mais o observador calmo e benevolente no céu, a velha caricatura bondosa e com barba. A Sua imagem tornou-se a de Jesus, que chorou, sorriu, jejuou e se banqueteou, e que, acima de tudo, estava plenamente presente para aqueles a quem amava. Ele estava lá com eles. Ele está aqui conosco…

O mais incrível, portanto, é quando sabemos que Ele está conosco em meio a nossa rotina diária. Enquanto estamos limpando a casa ou dirigindo o carro… Ele nos pára em nossos caminhos e torna a Sua presença conhecida.

Frequentemente, é quando realizamos as tarefas mais comuns que Ele nos deixa saber que está ali conosco. Percebemos, então, que não pode haver momentos “comuns” para aqueles que vivem com Jesus.

Jesus pagou um preço extraordinário para estar conosco. Certamente a cruz foi o custo mais óbvio, porém acredito que Ele tenha pago ainda mais. Enfocamos tanto o fato de que Jesus morreu por nós que, às vezes, esquecemos que Ele também viveu e ainda vive por nós. Se Jesus tivesse simplesmente vindo como Ele mesmo, e não como um de nós, a Bíblia deixa claro que não poderíamos ter suportado a visão da Sua presença, da mesma forma que  Moisés não pôde olhar diretamente para a face de Deus.

Imagine o que poderia ser semelhante a estar ao lado do Pai, em um momento, e no outro estar lutando para dormir em uma manjedoura.

Imagine o que foi deixar de ouvir os louvores dos anjos e passar a sofrer os insultos de homens ignorantes. O custo para Jesus é uma indicação do extraordinário valor daquilo que Ele veio nos dar. E porque ninguém jamais saberá completamente o que isto custou a Jesus, podemos apenas começar a entender o extraordinário valor de Sua dádiva por nós. (Extraído da obra Immanuel, de Michael Card)

Uma resposta para “E Ele viveu entre nós”

  1. GUILHON disse:

    Amei;muito bom,
    Jesus ainda vive em nós…

Leia a Biblia

Fale Conosco

Envie suas sugestões ou solicite informações